12 • dezembro • 2013

Maquiagem para festa 2

Continuando o ritmo de festa, como o combinado, postarei mais uma make de festa essa semana.

Hoje vamos com um delineado bem ousado e bem marcante, para variar sou suspeita para falar dessa maquiagem, pois usei ela sábado passado no casamento que fui.

Vamos conferir?

1 – Aplicamos o primer em todo o olho (NYX – 01)

2 – começamos com a sombra que queremos mais destaque no meio da pálpebra móvel. (Love connection – MAC)

3 – No canto interno aplicamos uma sombra bem iluminada se possível o tom próximo da cor que aplicamos anteriormente para ficar quase a mesma coisa, mas mais claro, chamando mais atenção. (iluminadora /2- Catharine Hill )
Continue lendo

07 • abril • 2012

Como fazer lista de convidados

Planejar festas é uma delícia, né? Mas, como tudo na vida, tem também seu lado complicado. E uma das maiores dificuldades que encontramos na organização de um aniversário ou casamento é a lista de convidados. Afinal, como decidir os convidados sem estourar o orçamento nem esquecer de ninguém? Pensando nisso, hoje eu resolvi trazer algumas dicas, e conto com a opinião de vocês também nos comentários para ajudar noivinhas e debutantes desesperadas, ok?

1. Faça a lista de pessoas essenciais
Por incrível que pareça, muitas vezes esquecemos das pessoas mais importantes: o aniversariante/os noivos, papai e mamãe, os irmãos e os avós. Como são convidados muito óbvios (principalmente nós mesmos), acabamos nem nos colocamos na lista, mas é super importante, principalmente para quem tem família grande. Imagina depois do sacrifício dos cortes você lembrar que tem mais 15 pessoas, contando com vocês, pais, padrastos, avós, cunhadas etc?

2. Continue a lista com os demais convidados
Pelo menos uma vez, faça a lista com todas as pessoas que você gostaria de convidar. Só colocando todos os nomes no papel é que você vai conseguir visualizar a quantidade e o grupo de pessoas.

3. Pense em grupos
Para não esquecer de ninguém, vá pensando em grupos de pessoas: família, amigos da escola/faculdade, pessoal da empresa, amigos de infância etc. No caso do casamento, não esqueça de pedir ao noivo que faça a lista dele também. Mesmo você o conhecendo muito bem, tem sempre uma tia ou um amigo que você só vai descobrir que existe nessa hora.

4. Cuidado com a família
É importante consultar a família para lembrar de pessoas (a mãe e a sogra sempre têm alguns vários parentes que moram em outro estado e que você só viu quando era bebê). Por isso, procure conversar com elas para saber desses parentes e conseguir visualizar quem vai caber e quem será cortado. Aproveito aqui para deixar um alerta: por mais queridos que sejam, os familiares já tiveram o casamento/festa de debutante deles, então não se sinta culpada na hora dos cortes, porque não é justo tirar um amigo realmente íntimo para colocar uma tia desconhecida. Então, tenha paciência na negociação, mas não ceda por tudo também: estas festas são únicas na sua vida.

5. O corte
É, chegou a hora. Depois de terminada a lista com as sugestões, você precisa cortar os convidados até chegar ao número pré-determinado de pessoas (gente, é muito importante mesmo estabelecer esse número e se manter fiel, pois é ele que vai nortear a quantidade de comida, de garçons, de cadeiras, enfim, e isso pode até determinar se sua festa caberá ou não na igreja ou no buffet dos seus sonhos). Para o corte, seguem algumas dicas batidas. Olhe para a lista e pergunte a si mesma:

Esta pessoa já visitou minha casa nos últimos anos?
Conhece meu noivo?
Seria capaz de me ajudar em uma emergência?
Lembra do meu aniversário? (Facebook não vela, hein…)
Tem meu telefone e/ou eu tenho o dela?

E uma dica final: não se sinta obrigada a convidar uma pessoa só porque você foi convidada para a festa de casamento ou aniversário dela. Afinal, cada um tem a sua realidade: se a pessoa fez uma festa para 300 pessoas e você foi incluída na lista, não é obrigada a convidá-la para a sua cerimônia com 100 convidados.

6. Cuidado com os inseparáveis
Infelizmente, às vezes precisamos convidar quem não temos tanto intimidade por causa dos grupos inseparáveis: eu, por exemplo, tenho duas tias que eu amo de paixão, só que elas têm 3 filhos cada e mais uns 5 netos, e todos moram na mesma casa. Ou seja, meu desejo de convidar duas pessoas queridas já se transforma na obrigação de convidar umas 20 pessoas. Pense nisso na hora da lista e reflita bem quem são inseparáveis para não causar dramas na família mas também não comprometer seu desejo.

É isso, meninas. E vocês, como fizeram ou pensam em fazer suas listas? Já passaram por alguma situação difícil por causa disso? Beijinhos!

14 • fevereiro • 2012

Enfim… casei \o/

Depois de 12 anos de namoro e quase 2 meses de indecisão sobre casar ou não na igreja e com festa, sábado passado (11/02) casei com o Paulo no cartório. Foi emocionante, a mão do noivo estava gelada e o friozinho na barriga que senti a semana toda valeu a pena.

Estavam presentes todas as pessoas mais importantes na nossa vida… enfim estou muito, mas muito FELIZ.

Meu maior medo é de como seria minha nova vida “longe” dos meus pais, mas está sendo uma novidade muito legal. Estou tendo que cuidar das coisas de casa, do maridão e o pior tentar aprender a cozinhar.

O apartamento ficou lindinho, do jeito que sempre sonhei (em breve colocarei fotos para vocês). Logo após a cerimônia, fizemos um churrasquinho no salão do condomínio para os padrinhos, parentes e amigos mais próximos.

Foto tirada pela excelente e maravilhosa fotógrafa Camilla Resta.

Por enquanto não fizemos a nossa viagem de lua de mel, mas vou planejá-la para esse ano. Agradeço a todos que acompanharam e torceram por mim.

Agora vou voltar a postar normalmente aqui no blog.

Beijos!!

02 • janeiro • 2012

2012 – O ano do meu casamento!

Olá meninas, estou de volta! Quero aproveitar e desejar um Feliz Ano Novo, com muita saúde, paz e prosperidade e todas vocês queridas leitoras e amigas.

A correria do dia-a-dia e o cansaço do final acabaram me desanimando um pouco de postar, mas já que o ano começou bem… Estou de volta e com novidades!

Para quem não sabe, namoro com o Paulo a 12 anos e confesso que não tinha vontade de casar tão cedo (sei que 12 anos de namoro não é cedo…rs), mas acabei me envolvendo tanto no casamento da minha irmã ano passado (ela casou dia 25 de novembro), que decidi que tinha chegado a minha hora.

É tão gostoso participar da escolha de cada detalhe da festa, desde o vestido, até os bem casados…

Depois de uma semana que minha irmã casou, conversei com o Paulo e contei a novidade. Ele ficou muito feliz, pois já fazia um bom tempo que ele queria casar. Decidimos marcar a data para Agosto/2012, pois daria tempo de planejar a festa, calcular os gastos e avisar os familiares dele que moram fora do país.

Meus pais ficaram surpresos com a minha decisão, pois acharam que eu não sairia de casa tão perto da minha irmã, mas aceitaram 🙂

Decidi que faria uma super festa no mesmo “e$tilo” da que minha irmã ganhou dos meus pais, com tudo que uma noiva sempre sonhou!

Tudo aconteceu tão rápido, o pedido de noivado, o aluguel do meu vestido de noiva…

Porém agora me tornei a noiva mais indecisa do mundo e não sei se quero mais um festão ou se prefiro a ajuda dos meus pais para começar a nova fase da minha vida.

Se faço uma festa mais simples e mobilio minha casa ou gastou um dinheirão em uma festa inesquecível. O que vocês fariam no meu lugar?

Gostaria muito da opinião de vocês e no próximo post contarei a minha saga para conseguir alugar um apartamento!

EDITADO: 04/01/12

Meninas fiquei muito feliz com os comentários deixados por vocês, adorei as sugestões e a participação de todas! Peço desculpas para quem não respondia ainda, mas podem ter a certeza que estou lendo todos!
Semana que vem tem mais. Beijos :*

By Marina - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017