10 • julho • 2016

O que comer quando se pratica CrossFit

O CrossFit é um esporte que exige performance, por isso os atletas e praticantes precisam de uma alimentação adequada e completa para poder ter sucesso na atividade, evitar lesões e conseguir uma recuperação rápida e eficaz.

cross

Convidei a Nutricionista Esportiva Denise Real para responder algumas perguntas sobre a dieta voltada para esse tipo de atividade:

O que comer quando se está praticando CrossFit?

Na dieta CrossFit deve-se comer alimentos ricos em proteínas magras, como frango, peru ou peixe, grãos, como ervilha ou feijão, assim como frutas e verduras, sendo que os alimentos industrializados e refinados, como o açúcar, bolachas e refeições prontas para consumo, como risoto ou lasanha, são proibidos.

Porém deve-se lembrar da intenção de cada um ao treinar, alguns treinam para melhorar qualidade de vida e outros almejam competição, sendo assim as necessidades são variadas de nutrientes.

Qual é a dieta adequada para quem está praticando CrossFit?

Normalmente a modalidade CrossFit busca-se não só exercício físico, mas sim um estilo de vida mais saudável, que vai desde o treinamento corporal de uma forma mais completa até busca por uma alimentação mais natural.

Muitos atletas e praticantes de CrossFit seguem um estilo de alimentação chamado Paleo ou paleolítica.

O estilo de vida Paleo diz que nosso corpo não foi feito para ingerir os alimentos que fazem parte da dieta moderna, assim como alimentos processados, açúcar refinado, derivados do leite e grãos.

paleo-table

A ingestão desses alimentos resultaria em uma série de danos à nossa saúde, como baixa de sistema imunológico, dores nas juntas, problemas de reprodução, refluxo ácido, dermatites, inflamações, problemas gastro-intestinais, falta de energia, entre outros.

A alimentação paleo nos traz de volta às nossas origens, nos reeducando para nos alimentarmos da forma como fomos biologicamente criados para nos alimentar, aumentando então o nosso potencial genético e resultando em uma vida mais saudável.

Quais alimentos são os mais indicados para comermos antes e depois dessa atividade?

Pré treino: Batata yacon ou batata doce ou mandioca ou tapioca + castanhas ou nozes ou amêndoas.

Pós treino: Avocado com óleo de coco + frango desfiado OU suco de morango com mamão + ovo cozido (ou pode-se utilizar suplementação caso necessário e demanda energética)

E quanto a suplementação?

Lembrando que cada ajuste alimentar deve ser feito individualmente (tanto alimentos como suplementos), normalmente utiliza-se Ômega 3 (fonte de gordura benéfica além de funcionar como anti-inflamatório), complexo vitamínico, A, D, E e minerais, vitamina C, suplementos proteicos, glutamina, aminoácidos e suplementos de carboidrato para rápida reposição de glicogênio muscular.

Denise Real
CRN 23373
Site: www.denisereal.com.br
Email: contato@denisereal.com.br

30 • julho • 2015

Entrevista Fit: Tatiana Garcia

A entrevistada da semana é a Tatiana Garcia, de 36 anos que mora em Bauru/SP e é empresária.

JOGO RÁPIDO:

Peso e manequim antes: 58,1kg | Manequim: 40
Peso e manequim atual: 52,4kg | Manequim: 34
Altura: 1.64m
Uma inspiração: Jaque Khury
Uma meta: Baixo percentual de gordura – Atingida e agora Manter
Redes Sociais: Instagram | Facebook

1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

Meu processo de emagrecimento começou no pós parto, e sem muita pressa, porque queria curtir meu filho, e se estendeu em forma de musculação e Reeducação Alimentar por 3 anos, período que fui aprendendo e me habituando a novas praticar alimentares.

Dai, já com peso corporal bacana, resolvi que estava na hora de buscar o ideal de muitas mulheres que fazem academia – o abdômen SIXPACH ou o abd tanquinho – e nessa época já fazia 6 meses que tinha parado de frequentar academia com musculação e começado praticar o Crossfit.

O emagrecimento mais rápido foi em 7 SEMANAS – dos 56,1kg para 49,4kg com 9% de gordura corporal. Conquistado dentro do Box com personal e só exercícios de Crossfit.

Não, não estou mais assim – confesso, não gostei! Apesar dos músculos que resolveram aparecer, fiquei magra demais da conta.

2. Qual foi sua primeira mudança?

Foi a tomada de atitude, 10 meses depois do nascimento do meu filho, quando procurei ajuda profissional de Nutricionista e personal da Clínica Corpore, com tempo pré determinado para atingir objetivo estabelecido – eliminar 8kg, foram 3 meses de muito suor para fazer o corpo acordar e acelerar o metabolismo.

Mesmo eu tendo tido uma gravidez ativa, com prática de natação e um pouco de musculação, os 10 meses parada cobrou uma conta alta.

3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

Pra mim foi lenda o que muitas mães dizem: amamentar emagrece. Na gestação toda aumentei 16kg o meu peso, dos quais os últimos 8kg (ou mais) estariam em mim até hoje se ñ tivesse tomado uma providência.

4. Qual é a sua história em relação ao peso?

Fui na infância até a pré adolescência, bem gordinha mesmo e sempre fui motivo de piadinha. Óbvio que interferiu em meu psicológico! Então, salvo situações especiais, tal como a gestação e o pós parto, não me permito desleixos com o corpo.

5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

O mais difícil é o começo e a privação de todas as vontades em relação a gula e toda superação em relação as primeiras semanas do exercício físico mais puxado.

Com a comida a atitude foi a Reeducação Alimentar, ou seja a mudança de hábitos no momento das compras no supermercado, foi o que sempre mais salvou.

E na volta da atividade física, foi o pensamento de superação dia a dia. Batalhando cada dia na espera dos resultados.

6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

Prático atividade física desde a adolescência, mas nunca foi com foco na estética corporal. E hoje bem sei que pra se atingir um padrão estético desejado, a pegada é beeeem outra – 30% de exercício físico sério e 70% de alimentação regrada é voltada para o propósito que deseja.

7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

Pela primeira vez lancei mão de acompanhamento de um profissional, busquei uma nutricionista com especialização em nutrição esportiva, a Denise Real de Bauru.

Começamos com a limpeza da alimentação, ou seja a Reeducação Alimentar (só comida de verdade, nada de industrializados) e alguns princípios básicos de boa alimentação, tipo os horários certos para comer, a combinação dos alimentos e introdução de alimentos direcionados ao meu objetivo – diminuição do % de gordura.

O cardápio continha somente o necessário ao dia de quantidades de carboidratos e nada de açúcar, com muiiiiito verde.

Minha rotina de exercícios era (é) diária de segunda a sábado. E durante as 7 semanas q citei acima, foi extremamente intensa e acompanhada pela nutricionista e aplicada por personal, e feita todinha dentro de um Box e com exercícios de Crossfit.

8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

Me sinto REALIZADA!

Faz tanto tempo que ñ fico doente que nem me lembro mais qual foi a ultima vez, exceto quando decido abusar de comidas que já ñ fazem mais parte do meu dia a dia, e sou acometida por enxaqueca por causa do fígado ruim.

No meu dia a dia, mudou o fato de sempre ser abordada com elogios e perguntas.

9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

E foi então que descobri a Tapioca com Ovo, afff como adoro!!!

Sobre doces – como para a mulher a vontade é inerente a qualquer objetivo, o primeiro passo é evitar ter em casa, então NÃO COMPRO! E quando aperta a ponto de pirar, apelo para a granola com mel. O lance é sempre partir para o alimento mais natural e saudável possível.

10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

1º que nada adiante ter vontade se não tiver coragem para encarar o desafio da mudança, então borá lá!

2º encare como um propósito de vida e estipule junto aos profissionais que te acompanharam uma meta e um tempo real/atingível.

E dia a dia “pague” pra ver!

Você vai se surpreender com os milagres que sua vontade, determinação e correção vão operar em seu organismo e corpo.

Atenção aos momentos do seu dia, porque para a prática da atividade física que é de suma importância vc tem de 1h a 2h total no seu dia, então ñ jogue fora todo seu esforço nas outras 22h ou 23h q te restam. Pense no seguinte: você tem de comer para Viver, e não Vive para comer, ok!

Tenha vontade, coragem, determinação, obstinação, foco, consistência e PACIÊNCIA!

Porque posso te dizer por experiência vivida: amiga, depois de um tempo você vai estar tão feliz e satisfeita com suas conquistas, que jamais vai querer voltar a ser como era antes, mesmo porque sua cabeça estará mudada, seus hábitos serão outros seus life style e se bobear até seus amigos serão outros.

Desejo todo o sucesso de resultados para vocês!

14 • julho • 2015

Entrevista com a atleta BodyFitness Ingrid Marcato

A entrevista de hoje é especial e direcionada para as leitoras que levam uma vida normal, mas tem um sonho de um dia se tornar atleta de fisiculturismo. A Ingrid é um ótimo exemplo de motivação, a conheço a um tempo e ela mostra como conseguiu se tornar Campeã Paulista da sua categoria este ano.

A Ingrid Marcato tem 22 anos, mora em Bauru/SP e é Nutricionista.

JOGO RÁPIDO:

Peso e manequim antes: 65kg | Manequim: 40 e Blusa: P
Peso e manequim atual: 58kg | Manequim: 34 e Blusa: M
Altura: 1.59m
Uma inspiração: Nicole Wilkins
Uma meta: Minha meta é se tornar uma atleta Pro
Redes Sociais: Instagram | Facebook

1. Você tinha um sonho de um dia competir? O que te motivou a mudar radicalmente sua vida?

Desde de pequena eu sempre amei esportes, inclusive lutei muay Thay 3 anos e chegue a competir também. Devido a problemas no lombar por causa do Muay Thay, fui para a musculação para fazer fortalecimento e tive que parar.

Quando entrei no mundo da musculação, sempre quis ter um corpo mais atlético com músculos, mas sem ficar masculina (risos), já que eu era muito magrinha. Ai comecei a treinar, porém nunca tinha o resultado esperado, pois não me alimentava corretamente e não treinava de maneira certa.

Foi então que conheci o Vitor Marcato que veio a se tornar meu esposo, que me auxiliou nos treinos e na parte alimentar, cujo ele já tinha uma base, devido ao tempo maior de profissão.

Quando ele veio a competir, vi o quanto ele passou por dificuldades para segurar a dieta, treinos intensos e trabalho, isso me instigou a querer participar, pois sempre gostei de desafios e sempre fui ligada a esportes competitivos e sempre gostei de chegar ao meu limite.

Ao entrar na faculdade aprendi um pouco mais sobre alimentação que me ajudou a prosseguir.

2. Qual foi sua primeira mudança?

Para entrar no padrão da minha categoria que é BodyFitness. Tive que abrir mão de minhas pernas que eram musculosas e volumosas (sofri muito para conseguir um volume de perna e depois abrir mão disso foi muito difícil), e fiz um trabalho muito ardo aumentando meu volume de membros superiores, e fiquei praticamente 1 ano sem treinar membros inferiores, somente dando pequenos estímulos.

3. Como era sua vida antes de ser saudável?

Antigamente eu fazia ingestão de muitos doces, coca cola, comidas gordurosas e não me alimentava nos horários corretos. Resultado disso tinha um percentual de gordura na casa de uns 23% (falsa magra).

4. Você teve algum apoio das pessoas mais próximas?

Minha mãe foi a que mais me apoio, pois também sempre gostou muito de esportes e quando disse pra ela sobre competir, ela me apoio totalmente, sem contar que tive o apoio do meu esposo Vitor Marcato e do Marcio Magnani que me ajudaram nas preparações.

Hoje meu maior incentivo a continuar é mostrar para minha falecida mãe que eu consegui.

5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

Além da mudança brusca do estilo do meu corpo, a dieta e os treinos são muito pesados, sem direito a falha ou “escapadinhas”.

O que me ajudou muito foi que eu e meu esposo temos o mesmo objetivo, com isso um apoia o outro e não deixamos nos abater nos momentos de fraqueza, além das criatividades que temos na cozinha, pois todo dia é a mesma coisa, se não tivermos criatividade ai não dá (risos).

6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas quando iniciou?

Nunca fui sedentária, sempre amei esportes. Eu fiz balet, ginástica olímpica, natação, muay thai e fui para musculação, porém a musculação foi a mais difícil para mim, pois é um esporte solitário e repetitivo.

7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

Tenho auxilio do meu esposo Vitor Marcato e do Marcio Magnani.

No meu cardápio faço 6 refeições por dia tendo todas elas proteína e 3 delas com carboidratos de índice glicêmico baixo, e utilizo gorduras boas em algumas delas, lembrando que para cada pessoa existe um cardápio adequado, uma necessidade, por isso, sempre procure um profissional na área, para adequar seu treino e sua dieta.

Sobre minha atividade física, realizo aeróbio 2x ao dia, em torno de 2h30min e um treino de musculação, que é divido pelos profissionais que me auxiliam. Minha rotina de treino é todos os dias.

8. Como foi competir? Você teve ajuda de patrocinadores?

Em todas as competições que eu fui, sempre fui sem auxilio, com economias minha e do meu esposo. Somente agora no campeonato brasileiro, que tive o apoio, da Corpo Ideal Suplementos que me ajudou com a despesa de viagem. E também realizamos uma rifa, para arrecadar fundos e conseguir ir competir, já que era em outro estado, e o custo foi muito alto, nesta rifa a academia Powerlife GYM, Gisele Jacomassi, M6nutristore e NutriEmporio, Menina Bonita, ajudaram oferendo produtos para o sorteio.

Este estilo de vida, é muito caro, pois além da alimentação, academia, tem a suplementação que não pode faltar, e como não tenho patrocínio, o custo fica ainda maior.

9. Como se sente agora? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

Me sinto bem, com a sensação de dever cumprido, porem sei que tenho muito a melhorar ainda para virar uma Pró, que é o meu sonho.

Devido a mudança brusca do meu corpo e a diminuição do percentual de gordura perdi muito seio, isso foi o que me deixo péssima, porem nada que um silicone não resolva (risos), mas estou muito feliz com o meu corpo e não me arrependo das minhas decisões.

O meu dia a dia se tornou muito corrido devido aos treinamentos, atendimentos clínicos, casa para cuidar e dieta à preparar.

10. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce? Você suplementa?

O meu alimento preferido por incrível que parece é batata doce feita na AirFryer. Controlo minha vontade de doces fazendo mingauzinho de Whey protein ou receitinhas fit (Adoro).

Utilizo suplementos sim, auxiliam muito na minha dieta.

11. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem competir?

Minha dica é: Tenham perseverança, foco, força de vontade, pois não é nada fácil e não desistam com os primeiros tombos.

E sempre procurem alguém de sua confiança para te auxiliar. É um esporte muito gratificante, porém não existe meio atleta você tem que se dedicar por completo.

10 • julho • 2015

Entrevista Fit: Vanessa Almeida

A entrevistada da semana é a Vanessa Almeida, de 24 anos que mora no Rio de Janeiro e é empresária.

JOGO RÁPIDO:

Peso e manequim antes: 100kg | Manequim: 48
Peso e manequim atual: 64kg | Manequim: 38
Altura: 1.68m
Uma inspiração: meus filhos
Uma meta: encontrar o equilíbrio pra ser saudável sempre
Redes Sociais: Instagram

1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

Durante toda minha adolescência tomei remédios pra emagrecer. Tinha uma alimentação super desregrada. Mas me achava saudável porque estava magra. Quando fui engravidar tive que parar os remédios e engordei muito, chegando aos 100kgs.

Assim que sai da maternidade, coloquei na cabeça que iria me livrar dos remédios e da vida sedentária. Aos poucos fui me adaptando a nova alimentação e perdendo peso. Demorou 1 ano pra perder tudo que engordei.

2. Qual foi sua primeira mudança?

Foi a cabeça. A cabeça é a chave de qualquer mudança. Me convencer de que eu merecia ser uma mãe saudável pra poder participar da criação dos meus filhos. Quando você coloca na cabeça que é capaz, ninguém segura!

3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

Minha auto estima estava no pé. E eu no podia mais ficar escrava de fórmulas de emagrecer. Coloquei uma meta de voltar a me amar.

4. Qual é a sua história em relação ao peso?

Sempre gostei muito de fast food e doces. Minha alimentação era péssima. Meu café da manhã era uma lata de refrigerante com biscoito recheado. Se eu parasse de tomar os remédios, engordava rapidamente e batia o desespero. Tive um problema sério de saúde e fui obrigada a largar as formulas. Fiquei super depressiva pq engordei muito em pouco tempo. E ao engravidar já estava mto acima do que pesava.

5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

A maior dificuldade é segurar a gula. Numa casa com crianças sempre tem biscoitos, chocolate e etc… e você abrir o armário e não comer é uma prova de resistência. Aprendi com o tempo que ng é obrigada a abrir mão do que gosta só porque eu estava de dieta.

Então aos poucos fui me adaptando a não sofrer por não estar comendo o q os outros estavam comendo. Com os resultados aparecendo, você vai tendo mais força de vontade de se manter na linha.

6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

Sempre detestei academia. Achava um saco ter q passar horas malhando. Fui entrar na musculação depois de velha já.

7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

Sim. Procurei uma nutricionista Dra. Luciana Jardim que me orienta até hoje. Foi fundamental na hora de organizar um cardápio que não prejudicasse a amamentação. Ela me ensina muito com dicas práticas.

Também procurei a ajuda de uma Personal Cintia Pita que foi primordial. Melhor investimento da vida é ter um personal. Ela me ensinou a gostar de ir treinar.

8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

Hoje sou outra pessoa. Muito mais segura e confiante. Meus exames de sangue sempre eram alterados, colesterol então nem se fala. Hoje são perfeitos.

9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

Eu adooooro mandioca e batata doce. Não me canso de comer! Doce? Adooooro fazer caldinha de whey e quest bar que salva a vida!

10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

Acreditem no poder da sua mente! Se a sua cabeça estiver focada , ninguém te segura.

26 • junho • 2014

Entrevista Fit: Thamiris Suavi Ferreira

A entrevistada da semana é a Thamiris Suavi Ferreira, de 24 anos que mora em Bauru/SP e é Arquiteta.

Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: mais de 78kg | Manequim: 42/44
  • Peso e manequim atual: 62kg | Manequim: 36/38
  • Altura: 1.65m
  • Uma inspiração: o IG @projetoesposamagra
  • Uma meta: chegar aos 58 kg
  • Redes Sociais: Instagram | Facebook
  • 1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

    Emagreci os 16 kilos em torno de 8 meses, depois desse período não perdi mais kilos, hoje em dia faz 1 ano que mudei minha vida e mantenho, porém quero perder mais alguns kilinhos e chegar a minha meta.

    2. Qual foi sua primeira mudança?

    Alimentar, mudei totalmente minha vida alimentar, comecei a fazer RA, ter disciplina e horários para me alimentar.

    3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

    As roupas que não ficavam mais boas e as calças não serviam, ficava tentando me enganar, mas foi quando vi que minha auto estima estava muito baixa, não tinha vontade de sair e me arrumar que decidi que queria mudar.

    4. Qual é a sua história em relação ao peso?

    Sempre fui gordinha, nunca tive um corpo magro, mas também nunca fui obesa, porém nunca pude usar as roupas que sempre quis e sempre lutei contra a balança com dietas malucas.

    5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

    Acho que sair do sedentarismo e não desistir foi muito difícil, a alimentação regrada também foi uma etapa a ser vencida, horários e disciplina em tudo eram coisas que eu não estava acostumada, mas acostumei, via os resultados a cada mês e isso me animava ainda mais, então fui melhorando cada dia mais.

    6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

    Já pratiquei vários esportes, porém todos por euforia, sempre começava e parava, foi quando decidi fazer uma luta, todos brincavam dizendo que eu não ia aguentar, que sou delicadinha, foi muito difícil no começo, mas meu namorado me deu força para não parar, faço até hoje e pretendo nunca deixar de fazer, aumentei a freqüência de aulas e hoje faço tranquilamente 3x por semana muay thai.

    7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

    Comecei a RA sozinha, tinha ido em uma nutricionista um tempo antes de começar, mas não continuei a dieta que ela passou, quando decidi mudar de vida, peguei a dieta dela como base e ia mudando algumas coisas de acordo com minhas necessidades. O cardápio era e ainda é de em torno 1400 kcal por dia com 6 refeições feitas de 3 em 3 horas.

    Minha rotina de exercícios no começo era apenas de 2x na semana muay thai, porem na época era MUITO, pois era muito difícil acompanhar as aulas, justamente pelo sedentarismo. Nunca gostei de academia e até hoje não faço musculação, faço apenas aeróbico de 2 a 3 x na semana intercalando nos dias que não vou na luta, porém vou 3x na semana as aulas de muay thai, então vou quando posso fazer aeróbico.

    8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

    Me sinto quase que completamente feliz! Pois ainda não atingi meu objetivo, mas como agora está mais difícil que nunca, estou indo com calma. O melhor de tudo foi ver que sou capaz, jamais imaginei chegar até aqui, comecei querendo perder 10 kg e perdi 16 kg, agora quero 20 kg, e sei que sou capaz, mudei meu estilo de vida, aprendi a comer, as vezes tenho recaídas, as famosas jacas, mas no outro dia tento correr atrás do prejuízo, mas desistir, isso nunca passou pela minha cabeça, desde o começo da RA e da mudança de vida.

    Não tenho problemas de saúde, mas tudo melhorou, hoje me sinto mais disposta, meu dia render muito mais, antes vivia cansada e com preguiça, hoje deixo a preguiça de lado e vou correr atrás das coisas que eu quero.

    9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

    Gosto muito das frutas e iogurte. Minha dieta libera 25 g de chocolate ½ por dia, então tento fazer a dieta certinha durante o dia para comer meu chocolate a noite, espero o dia todo por ele, não é fácil se controlar, ainda mais quando você tem pessoas ao seu redor comendo coisas gostosas, mas tem que ter força de vontade e disciplina.

    10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

    Que não desista. As vezes cansa, dá vontade de jogar tudo pro alto e comer como se não houvesse amanha, mas dai eu penso em tudo que eu conquistei, não só esteticamente, mas até mesmo a auto confiança, de que com força de vontade e determinação a gente vai onde quer!

    Então não desista, e tenha sempre em mente, força, foco e fé não são apenas palavras, é a mais pura verdade pra quem quer emagrecer e continuar assim para sempre, então se pudermos fazer delas mais que palavras, mas sim um estilo de vida e o melhor que pudermos, vamos que vamos, porque sem luta não há vitoria.

    123... 6»

    Marina Iris - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018