18 • outubro • 2013

Top frases do cinema

Acho que todo cinéfilo de carteirinha tem aquela seleção de frases e diálogos preferidos que marcaram determinados filmes. Na verdade nem precisa ser cinéfilo, basta que aquele pedacinho do roteiro tenha significado algo pra você. Pode ser uma frase boba ou algo profundo e filosófico, não importa, atire a primeira pedra aquele que não usou uma frase de impacto de algum longa para descrever o perfil no Orkut.

Claro que essa lista não ficou nada imparcial, mas além dos filmes que eu gosto, procurei selecionar aqueles clássicos inesquecíveis que tenho certeza que muita gente adora. Também quis escalar aqui, não somente frases facilmente associadas a filmes (I’m the king of the world – Titanic), mas aquelas que provocam uma reflexão.

Dizem que para esquecer alguém que você goste muito, você precisa transformá-lo em literatura. Sendo assim, escreverei livros a minha vida toda e mesmo assim não conseguirei me livrar de você.
(500 dias com ela)

Eu confio em todas as pessoas. Só não confio no demônio dentro delas.
(Uma saída de mestre)

Há uma magia em tentar superar os próprios limites. É a sensação de arriscar tudo por um sonho que só você vê.
(Menina de Ouro)

O passado pode doer, mas você pode fugir dele ou aprender com ele.
(O Rei Leão)

– Eu não tenho cérebro, só palha.
– Como pode falar se não tem cérebro?
– Eu não sei. Mas há tantas pessoas sem cérebro e que falam, não é?

(O Mágico de Oz)

A coisa mais importante que você irá aprender é amar e ser amado em troca.
(Moulin Rouge)

Minha mãe sempre dizia: a vida é como uma caixa de bombons. Você nunca sabe o que vai encontrar.
(Forrest Gump)

E pra você? Qual frase de filme que mais marcou?

03 • outubro • 2013

O fantástico mundo de Tim Burton

Oi pessoal, tudo bem? Sou a nova colaboradora aqui do By Marina, e gostaria de agradecer à Marina pela oportunidade de escrever para esse blog que é o máximo!

Bom, estou “incumbida” de falar sobre um assunto MUITO gostoso, que é cinema e TV. Sou publicitária e cinéfila de carteirinha, então fica até redundante falar o quanto esse assunto me interessa e me fascina. E para meu primeiro post, escolhi falar de um diretor, que não por acaso, é meu preferido de todos os tempos:

Depois de grandes sucessos como A fantástica fábrica de chocolates, Beetlejuice, Batman Returns, Alice no País das Maravilhas e Peixe Grande, difícil hoje alguém não conhecer o diretor. Mas nem todo mundo sabe que graças ao seu gosto excêntrico, ele já passou por umas boas.

Por exemplo, quando jovem, Burton foi demitido da Disney ao apresentar a história original do curta Frankenweenie, porque o estúdio achou a história pesada demais para o universo infantil (afinal que criança nunca ressuscitou o cachorro de estimação no melhor estilo Frankenstein, não é mesmo?) – aliás, a mesma Disney que em 2012 comprou a ideia e lançou a obra, desta vez longa-metragem.

Outro grande sucesso, de 1993, criado por ele é O Estranho Mundo de Jack. O filme em stop motion surgiu a partir de um poema de Tim, escrito ainda no início da década de 80. Até hoje o filme rende grandes lucros para a Disney, com a comercialização, além dos filmes, de diversos produtos como bonecos, roupas, acessórios… (duvido alguém ir à Galeria do Rock em São Paulo e não dar de cara com uma infinidade de produtos do Jack!)

Também produtor e roteirista, o visionário diretor está sempre às voltas de um universo fantástico que é uma mistura de terror, comédia e a ingenuidade infantil. Talvez seja esse paradoxo que encanta tanto no trabalho de Tim. Mundos coloridos e ao mesmo tempo perturbadores, sombrios, mas que possuem um encanto inexplicável.

É tanta coisa que se pode falar de Tim Burton… suas parcerias de sucesso com Johnny Depp (Edward Mãos de Tesoura, Sweeney Todd, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça…), seu casamento com a atriz maluquete Helena Bonhan-Carter, a escolha do compositor Danny Elfman em grande parte de seus trabalhos, enfim! Esse post ia ficar imenso, por isso quis me atentar somente a algumas curiosidades e no visual dos seus filmes no geral.

A verdade é que é um verdadeiro prazer acompanhar o trabalho de Burton e contemplar o que a mente criativa desse talentoso diretor vai nos proporcionar em seu próximo trabalho!

18 • agosto • 2013

Teen Beach Movie: o novo sucesso musical do Disney Channel

Teen Beach Movie é o novo filme musical da Disney, que estreou no Disney Channel Brasil no dia 11 desse mês (a estreia nos EUA foi no dia 19 de julho desse ano). O filme, filmado em Porto Rico, é um musical que se passa no melhor clima praiano, e gira em torno de Brady (Ross Lynch) e McKenzie (Maia Mitchell).

Brady e McKenzie são estudantes do ensino médio que vivem a perspectiva da separação quando a tia de McKenzie surge com passagens compradas para enviar a menina para estudar bem longe, em uma escola tradicional, como havia desejado a sua mãe antes de falecer.

Com o relacionamento ameaçado, os dois acabam transportados para um filme musical dos anos 1960, onde os rapazes dominam o surf e dois grupos não se dão bem – surfistas e motoqueiros. Os dois precisam se encaixar na trama da mesma forma que precisam sair dela. No meio de toda essa confusão, o bonitão da história, Tanner, fica interessado na menina.

Tanner é interpretado por Garrett Clayton. O ator – que é realmente um bonitão – está sendo fisicamente comparado com Zac Efron, estrela de outro musical de grande sucesso da Disney, High School Musical.

Bom, que os passos em direção ao sucesso são semelhantes para todas as estrelas desse filme, não podemos negar. Mas o rapaz é mesmo parecido com Zac!

gabriela

14 • agosto • 2013

Em Chamas – A continuação da série “Jogos Vorazes”

A trilogia de Jogos Vorazes, composta pelos livros “Jogos Vorazes”, “Em Chamas” e “A Esperança” terá a sua segunda adaptação para os cinemas chegando aqui nas telonas brasileiras no dia 22 de novembro.

Em “Jogos Vorazes”, Katniss Everdeen se oferece como tributo no lugar de sua irmã para participar de um reality show onde 24 jovens são colocados dentro de uma arena e obrigados a lutar por suas vidas e matar aos demais, pois apenas um pode sair vivo e vencedor. Os Jogos são a forma da Capital – que desfruta de uma vida de luxo – controlar os 12 distritos – que trabalham para manter a Capital. É, principalmente, uma forma de punição pelos “Dias Escuros”, quando os distritos subestimaram o poder central.

Em cada distrito um menino e uma menina são sorteados e quem vai para a arena junto com Katniss é Peeta Melark, que alega ser apaixonado por ela. A dúvida se os sentimentos de Peeta são verdadeiros ou apenas uma forma de ganhar audiência paira no ar durante o livro e o filme, mas Katniss logo percebe que alimentar o romance é uma forma de ser beneficiada no jogo. Ao final da 74ª Edição dos Jogos Vorazes, o casal toma uma atitude que é vista como uma afronta à Capital.

É a partir das consequências dessa afronta que somos introduzidos na história de “Em Chamas”. Para os moradores dos distritos a atitude do casal do distrito 12 pode ser vista como uma incitação à rebelião. Para o presidente Snow – o chefe da capital – a forma como as regras ditadas para os Jogos foram burladas é uma clara ameaça ao seu governo. É também através de ameaças que o presidente exige que Katniss, a “garota em chamas”, apague esse possível início de revolta convencendo a todos que sua atitude foi apenas por estar cega de amores.

Na continuação de “Jogos Vorazes”, temos o Massacre Quaternário, uma edição especial dos Jogos que ocorre a cada 25 anos. O presidente Snow utilizará disso para tentar por fim ao “desafortunado casal do distrito 12” e manter soberano o seu poder. Que surpresas o presidente guarda para essa edição especial é a base da história de “Em Chamas”.

O trailer legendado:

A vantagem do filme é que temos a linda da Jennifer Lawrence, ganhadora do Oscar de melhor atriz, e os lindos Josh Hutcherson e Liam Hemsworth!

gabriela

08 • agosto • 2013

Artista da Disney Pixar faz homenagem aos clássicos do cinema

O artista da Pixar, Josh Cooley, criou um livro ilustrado homenageando cenas marcantes do cinema. Josh explica que não fez um livro para crianças, mas sim para viciados em grandes filmes, como ele.

Entre alguns dos trabalhos de Cooley para a Disney Pixar estão “Os Incríveis, Ratatouille e Up-Altas Aventuras”.

O livro, “Movies R Fun” já está esgotado, porque foram produzidas apenas 1000 cópias, mas eu trago para vocês algumas ilustras, que sempre mostram uma cena famosa e uma breve descrição do que está sendo visto, “mas com um contexto inapropriado para crianças.” explica.

01) O Iluminado

02) Os Bons Companheiros

03) Clube da Luta

04) A Primeira Noite de um Homem

05) O Silêncio dos Inocentes

06) Seven – Os Sete Crimes Capitais

07) O Exterminador do Futuro

08) Apocalypse Now

09) 2001 – Uma Odisséia no Espaço

10) O Poderoso Chefão

11) Laranja Mecânica

12) Beleza Americana

123... 7»

Marina Iris - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018