Suplementação com Glutamina

A Glutamina é um aminoácido considerado semi essencial, ou seja, o nosso corpo é capaz de produzir através da síntese do ácido glutâmico, valina e isoleucina. Porém, em situações de stress ele se reduz drasticamente sendo necessária na maioria das vezes a reposição através da suplementação. Em se tratando de recurso ergogênico, a glutamina é utilizada como função imunomoduladora, anabólica e anti-catabólica.

Pessoas que se alimentam corretamente e ingerem uma boa quantidade de proteína não precisam se preocupar com a deficiência deste aminoácido, pois na maioria dos casos a necessidade é suprida através das proteínas provindas dos alimentos. Mas infelizmente, devido a correria do dia-dia, e a falta de opção no mercado de proteínas para serem utilizadas principalmente em refeições intermediárias, este aminoácido na forma suplementar se torna interessante na inclusão do plano alimentar.

É importante ressaltar, que a maioria dos estudos deste aminoácido na forma suplementar é voltada para pacientes sob stress como, por exemplo, queimaduras, sendo a administração na forma endovenosa e não oral.

Partindo deste princípio, na forma oral, a sua administração deve ser em grande quantidade, onde para atletas ou praticantes de atividade física que buscam uma melhor recuperação e um quadro imunológico favorável, doses acima de 20g/dia parecem ser mais eficazes, salvo quando o objetivo é simplesmente melhorar o quadro de patologias intestinais, onde dosagens menores já surgem um grande efeito.

Para os que buscam hipertrofia muscular, a glutamina possui uma ação semelhante a da creatina, ou seja, retenção de líquido intra-celular favorecendo o estímulo para a síntese proteica. 90% da glutamina ingerida na forma oral acabam sendo utilizadas pelos enterócitos (células intestinais) como fonte de energia, sendo que é justamente este efeito, o responsável para que a concentração da glutamina plasmática mantenha estável em situações estressantes como no exercício físico intenso.

Os melhores horários para administração pode ser pré, intra, pós treino, ao acordar, antes de dormir, ou qualquer outro horário do dia onde alguma refeição da dieta esteja pobre em proteína.

A Glutamina-SR da MHP possui uma fórmula com uma excelente absorção (300% maior do que qualquer outra fórmula L-glutamina) com ação time release (efeito prolongado por até 12 horas) mantendo o usuário em estado anabólico por um tempo maior, sendo uma excelente escolha para quem busca um suplemento de qualidade.

Para a inclusão de maneira correta deste suplemento em sua dieta, procure um nutricionista esportivo.

Escrito por: Nutricionista Bricio Paiva Ribeiro Geraldeli – CRN: 7394. Nutricionista Esportivo formado pela faculdade Unis (Centro Universitário do Sul de Minas) em Minas Gerais. Possui pós-graduação em Nutrição Clínica pela Unifal.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *