Roupas de academia para idosos: descubra a importância da moda fitness inclusiva

Durante muito tempo tudo a respeito da moda era cheio de estigmas e tabus: saias curtas eram vistas como itens vulgares, calças justas masculinas eram associadas à homossexualidade, vestidos eram para mulheres delicadas e coturnos simbolizavam rebeldia e contravenção. Com o tempo, várias dessas crenças do senso comum foram se quebrando, fator que atingiu também o mercado da moda fitness. Hoje, saúde e bem-estar se colocam como dois pilares fundamentais da vida de qualquer pessoa, fazendo com que a busca por roupas de academia seja realizada por todos os tipos de pessoa. Embora ainda haja quem acredite no contrário, é possível crer em uma moda feita para criar e se reinventar que se mostra cada vez mais sem gênero, sem opção sexual, sem limite de tamanho e, claro, sem idade.

Quando o fator é idade, entramos em uma área cujas mudanças não param de acontecer. Se antes a terceira idade começava a propiciar a inatividade, hoje é a marca de um novo ciclo que pode ser aproveitado ao máximo. Não é por acaso que os pés-de-meia feitos ao longo da vida tem se destinado cada vez mais à cair na estrada e conhecer o mundo nessa nova fase. Com tempo livre de sobra e o desejo de viver muito, as academias para idosos vem se tornando um espaço cada vez mais popular.

Para oferecer mais qualidade de vida aos moradores de idade avançada, algumas cidades como Rio de Janeiro e São Caetano do Sul têm incentivado a criação de ATI’s, uma espécie de academia para terceira idade com acesso livre e localização estratégica próxima a bairros residenciais, parques e espaços de lazer. Além das academias públicas, o setor de serviços voltados para a terceira idade movimenta o mercado com profissionais que oferecem a elaboração e o acompanhamento em uma rotina específica de exercícios para idosos.

De acordo com o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a expectativa de vida no Brasil é de 75,8 anos, fator que nos coloca entre os países com a maior esperança média de vida ao nascer. Com a terceira idade tendo início aos 60 anos, ainda há mais de uma década para cuidar de si mesma, investindo em fatores que ajudem a superar as expectativas. E o que fazer nessa nova etapa? Como já falamos, muitos idosos aproveitam esse momento para viver em função de si mesmo, experimentando coisas novas, viajando e cuidando da saúde. Neste momento, manter uma alimentação equilibrada e completa, fazer atividades físicas e cuidar da saúde mental são essenciais para manter o corpo e a mente sãos.

Voltando nossos olhos novamente para o universo da moda inclusiva, fica fácil perceber porque os idosos se tornam cada vez mais um público alvo a ser abordado: além de manter uma rotina regrada de exercícios, o público da terceira idade também tende a investir em produtos de qualidade superior, avaliando com cuidado as relações de custo benefício. Por isso, compreender que a moda não tem idade deixa as marcas inclusivas um passo à frente.

Quando pensamos em roupas de academia, precisamos romper com o estereótipo de que essas peças só se encaixam em corpos perfeitamente definidos, mostrando a todos as diversas características e vantagens específicas desse tipo de roupa. No caso dos idosos, cerca de 67% desse público costuma tomar as decisões de compra por conta própria, investindo em itens que ofereçam qualidade e segurança sob medida.

Nos pés, os sapatos ajudam a proteger a musculatura do cansaço excessivo e a evitar o desgaste ósseo, garantindo a saúde ortopédica do público de mais idade. Além disso, as estruturas de amortecimento ajudam a melhorar o desempenho durante os exercícios e as caminhadas, ajudando a tonificar a musculatura sem forçar excessivamente o sistema respiratório e o coração.

Assim como os tênis para corrida fazem toda a diferença na vida de um idoso, as calças, shorts e bermudas também beneficiam diretamente a região das pernas, ajudando a melhorar a circulação e trabalhando na prevenção de inchaços e varizes. Além disso, existem versões de calças que unem isolamento térmico à tecidos respiráveis, formando uma combinação que respeita a pele enquanto fornece máxima proteção nos dias frios. Escolher itens como esses ajuda a evitar dores e desconfortos causados pela temperatura, permitindo que os idosos mantenham sua rotina de exercícios independente do tempo.

Além das calças e tênis para exercícios, as blusas e agasalhos são essenciais para garantir máximo conforto durante as atividades físicas para idosos. As blusas ajudam a manter a mobilidade ideal durante os exercícios, evitando lesões por posicionamentos e pegadas incorretos em atividades que exijam levantamentos de peso e puxadas. Já os agasalhos servem principalmente para manter a temperatura corporal confortável para quem gosta de caminhar ou fazer exercícios nas academias ao ar livre.

As roupas certas fazem toda a diferença na hora de cuidar da saúde, melhorar o desempenho e viver uma vida muito mais longa e prazerosa. Moda não tem cor, tamanho ou idade, né? Por isso nunca é tarde para escolher os itens que mostrem ao mundo toda a sua personalidade. Escolha as roupas de academia perfeitas para você e descubra uma vida muito mais intensa e feliz.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *