Ontem fiz a minha primeira tatuagem, não posso dizer que foi um sonho realizado, pois não era um desejo meu fazer, eu sempre achei lindo mulheres tatuadas, mas como sou muito medrosa pensei que nunca teria uma.

Tenho pavor de agulhas, mas na semana passada minha opinião mudou quando fui com meu marido aprovar o desenho da tattoo dele. Eu já tinha em mente que se um dia fosse tatuar seria um gatinho (minha paixão e uma homenagem para a Veninha <3), mas ai o tatuador Samuel Correia do estúdio Inktrace de Bauru me mostrou um desenho que ele fez para ser usado como bracelete. Foi amor a primeira vista…rs

Na sexta-feira fui acompanhar a primeira sessão do marido que durou mais de 4 horas, aproveitei para colocar um piercing no nariz e decidi que no sábado eu faria minha tatuagem. Foi ai que o medo chegou de vez… Passei o sábado todo nervosa pensando na dor que eu passaria.

Eu passei por conta propria a pomada EMLA (anestésica), para ver se ajudaria a diminuir a dor, o Samuel começou a tatuar as 20h e doeu….

A dor é suportável em algumas partes, mas foi intensa no tríceps e dentro do braço. Apertava com força a mão da minha prima, do meu marido ou da querida Rafaela (participante do #desafiobm), mas não chorei e também não pensei em desistir. Até já estava imaginando a minha segunda tattoo.

Ao ver o resultado final, toda dor valeu a pena. Eu amei! O braço ainda está inchado, não está doendo e estou tomando todos os cuidados que o tatuador pediu.

A tatuagem que eu escolhi não tem nenhum significado especial para mim, apenas gostei muito do desenho.

Minha mãe não quis me acompanhar, porque não queria me ver sentindo dores, mas ela gostou do resultado <3 Eu indico o Samuel Correia para quem é de Bauru e região e está pensando em se tatuar, ele é muito bom! Confira as tatuagens dele aqui.

E vocês? Sofreram como eu na primeira tatuagem?