Lactose – consumir ou não?

A dieta sem lactose tem como base os mesmos princípios da dieta sem glúten. Essa dieta consiste em retirar do cardápio todos os alimentos que contenham leite e seus derivados (manteiga, queijo, creme de leite, iogurte e etc).

O resultado que se espera com essa dieta é um corpo mais sequinho assim como a retirada do glúten. Mas será que funciona? Vamos entender.

O que é Lactose?

É o açúcar presente no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.

Intolerância a lactose

Intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase, que quebra e decompõe a lactose, ou seja, o açúcar do leite. Como consequência, essa substância chega ao intestino grosso inalterada. Ali, ela se acumula e é fermentada por bactérias que fabricam ácido lático e gases, promovem maior retenção de água e o aparecimento de diarreias e cólicas.

Tipos de intolerância

. Deficiência congenital: por um problema genético, a criança nasce sem condições de produzir lactase (forma rara, mas crônica);

. Deficiência primária: diminuição natural e progressiva na produção de lactase a partir da adolescência e até o fim da vida (forma mais comum);

. Deficiência secundária: a produção de lactase é afetada por doenças intestinais, como diarreias, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, doença celíaca, ou alergia à proteína do leite, por exemplo. Nesses casos, a intolerância pode ser temporária e desaparecer com o controle da doença de base.

Vale a pena retira-lo da alimentação?

Segundo a Associação Americana de Gastroenterologia e Nutrição, 85% da população adulta tem algum grau de intolerante à lactose.

A produção de lactase, enzima responsável pela quebra desse açúcar, diminui com os anos e, sem ela, a lactose, mal digerida, provoca distensão abdominal, retenção de líquido e sensação de estufamento, que diminui muito quando se tira o leite do dia a dia. O que ocorre é que o organismo elimina melhor as toxinas. Com isso, a pessoa desincha e tem a sensação de o corpo ficar mais sequinho.

Não está comprovado que retirar a lactose realmente emagrece, mas como dito acima, muitas pessoas podem ter um grau leve de intolerância causando uma distensão abdominal o que da a sensação de estar inchada.

A exclusão de leites e derivados da alimentação deve ser observada por especialistas, pois pode acarretar prejuízo nutricional na aquisição de cálcio, fósforo e vitaminas. Em longo prazo, estas deficiências podem levar a redução da densidade mineral óssea, facilitando o desenvolvimento de fraturas e osteoporose.

Procure um médico para saber se você tem algum tipo de intolerância a lactose, e um nutricionista para elaborar um cardápio de acordo com suas necessidades e objetivos sem prejudicar sua saúde.

Você pode substituir o leite de vaca pelos leites vegetais, como: o leite de arroz, amêndoas e castanhas.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *