Exercícios Terapêuticos : A importância do exercício físico diário no tratamento de dores crônicas

Hoje sabe-se de diversos benefícios dos exercícios físicos, tais como a perda de peso, controle do colesterol, prevenção e tratamento para diversas patologias cardíacas e também cardiorrespiratórias.

Porém dificilmente encontramos profissionais capacitados para utilizar o exercício físico, ou terapêutico como tratamento para quadros de dores crônicas.

Alguns estudos relatam a diminuição dos sintomas de patologias como a fibromialgia, LER/DORT com o uso complementar das terapias funcionais, tratamentos baseados em exercícios terapêuticos protocolados individualmente para cada patologia e cada indivíduo.

Assim como diversos estudos vêm demonstrando a importância do exercício físico terapêutico como forma de modulação funcional do sistema imunológico, aumentando a capacidade desse sistema de combater processos inflamatórios, infecciosos e virais.

É vital a avaliação e a padronização individualizada para pacientes com quadros citados acima, pois caso contrário o exercício poderá acarretar aumento dos sintomas apresentados. Clinicamente é visível a melhora dos pacientes durante e após uma única sessão de exercício terapêutico, através de uma escala analógica de dor é possível verificar os efeitos benéficos da sessão.

Além disso, com o decorrer das sessões fica evidente o aumento da autoestima do paciente, acarretando assim em um ciclo de benefícios subsequentes aos efeitos fisiológicos do exercício terapêutico.

Além desses benefícios citados e avaliados através de protocolos elaborados, os pacientes apresentam melhora social, aumento de atividades complementares as quais eram impossibilitadas devido ao quadro de dor, surgindo assim o que podemos relatar como padrão de vida onde a busca pelo movimento torna-se resultados em qualidade de vida e benefícios incalculáveis.

Seu corpo é seu maior bem, ele guarda e reflete sua alma. Cuide dele como se fosse uma pedra preciosa e nós lapidaremos”. Joseph Pilates

Post colaborativo

Por: Prof. Me. Felipe Alavarce
Membro do Conselho Clínico e Cientifico da ABRAFIM – Associação Brasileira de Fisioterapia Manipulativa
Site: www.osteopatiabauru.com.br
Email: contato@osteopatiabauru.com.br

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *