A entrevistada da semana é a Mariana Sartori Ferrari, de 29 anos que mora em Presidente Venceslau/SP e é Escriturária.

special occasion dressses

Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: 93kg | Manequim: 46/48 (ou mais, não comprava mais roupa nessa fase)
  • Peso e manequim atual: 71kg | Manequim: 40/42
  • Altura: 1.72m
  • Uma inspiração: Gabriela Pugliesi, Bella Falconi, Marina Iris
  • Uma meta: Eliminar alguns kilos de gordura, definição e principalmente, manter o corpo e a saúde que tem hoje
  • Redes Sociais: Instagram | Facebook

1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

Foram 8 meses, até agora.

2. Qual foi sua primeira mudança?

Alimentação e atividade física, sem dúvida. Esse conjunto é capaz de fazer maravilhas, rs.

3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

Nunca me aceitei gordinha (gorda), depois de anos de luta contra a balança e de pensar só na estética, tive um ‘click’ e resolvi mudar por mim mesma…sem remédios e dietas malucas.

4. Qual é a sua história em relação ao peso?

Vivi aquela conhecida historia de uma criança cheinha. Tenho irmãs gêmeas magras (genética diferente) e lindas, e para mim era difícil ser ‘diferente’. A adolescência só piorou a situação. Comia demais, compulsivamente, me arrependia e como remédio para esse arrependimento: comia de novo.

Um ciclo vicioso, fazia dietas malucas (da sopa, da ‘usp’, entre tantas outras…) e engordava sempre depois. Eu era infeliz, a gordinha doce e simpática que todo mundo gostava, mas no fundo, via as amigas lindas se destacando e ficava triste por não me sentir bonita. Isso é muito triste para uma adolescente e essa história se arrastou até minha vida adulta, vivendo o tão conhecido efeito sanfona.

5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

A vida social, no início, foi a parte mais complicada. Treinar o auto-controle logo quando se começa uma mudança de vida não é fácil. Abdiquei de alguns momentos de diversão até sentir que eu tinhaa controle sobre mim mesma, sobre a compulsão alimentar.

6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

A maior parte da minha vida eu fui sedentária. Aquelas que vivia na frente da tv com pacote de salgadinho na mão, sabe?! Quando comecei essa mudança de vida, os exercícios vieram em primeiro lugar, ao lado da alimentação saudável.

7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

Já tive ajuda de vários profissionais da saúde (nutricionistas, endocrinos, etc.), mas dessa vez segui o que ja sabia sobre vida saudável. Na verdade, sabemos o que faz bem ou não, digo que mudei completamente minha alimentação.

Se antes eu comida tudo que via pela frente, sem restrições de quantidade ou preocupação com qualidade; hoje evito ao máximo frituras, doces e refri. Troquei os grãos brancos pelos integrais, muitas frutas, legumes e verduras. Fracionei minha alimentação (comendo de 3 em 3hrs), tomo muitos chás naturais (principalmente o verde), estou sempre procurando novidades sobre alimentação saudável para não cair na rotina.

Quanto aos exercícios, hoje pratico de 3 a 6 vezes na semana (aeróbicos como corrida na rua e esteira e musculação). É impressionante com a mudança que nós mesmos podemos fazer em nosso corpo com a reeducação alimentar e os exercícios (aeróbicos e musculação). Parece clichê, mas é verdade: o exercício te deixa mais alegre, disposta, feliz.

8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

Posso dizer que aquela Mariana triste, desanimada, preguiçosa não existe mais. Hoje sou mais alegre, totalmente disposta, me sinto mais feliz, sou vaidosa e posso vestir o que quiser. Não tenho mais vergonha de sair de casa, me tornei mais sociável.

Não tenho mais colesterol e triglicerídeos altos, falta de ar nunca mais…hoje pratico atividade física com prazer e sinto falta quando não faço. Outra questão que tem me motivado bastante é poder aconselhar e ajudar pessoas que, como eu, não estão se sentindo bem e querem mudar, isso é muito bom.

9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

Sou bem eclética quando o assunto é comida. Gosto de provar, conhecer sabores…eu amo pão, então o que não falta é o pão de forma integral. Além de pizza integral ligth de frigideira que eu mesma faço.

Não sou muito de doces, mas adoro chocolate, quando a vontade bate, e as frutas (secas ou naturais) não satisfazem, como no maxímo 30g de chocolate com mais cacau e zero açucar.

10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

Sei que terei que cuidar do meu peso para sempre, mas não reclamo mais disso. quero ser saudável e bonita.

Acredito que não há segredo para essa mudança, a gente sabe o caminho, não é fácil (começar, continuar e manter), mas também não é impossível. O ‘clique’ vem de dentro de cada um, cada pessoa tem sua hora…mas o importante é não desistir: de você!