Entrevista Fit: Jackeline Roque

A entrevistada da semana é a Jackeline Roque, de 23 anos que mora em São Paulo, formada em Jornalismo e está graduando Nutrição.

Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: 75kgs Manequim: 42
  • Peso e manequim atual: 57kgs Manequim: 36
  • Altura: 1.61m
  • Uma inspiração: Você claaaaro, Bella Falconi e Juliana Salimeni
  • Uma meta: Não tenho uma meta especifica, cada dia busco minha própria superação. Já dizia o grande mestre Arnold – “A pior coisa que eu posso ser é igual a todo mundo. Odeio Isso!”
  • Redes Sociais: Facebook | Instagram | Blog
  • 1. O que fez você decidir que queria emagrecer?

    Eu entrei em vários esportes, fiz vôlei, natação, saí e entrei na academia mil vezes…mas nunca permanecia. Acho que eu não tinha maturidade para abrir mão das coisas que eu gostava de comer e por isso eu sempre abandonava tudo o que eu começava, criando um problema sério não apenas para o meu físico, mas também para a minha saúde. E como começou a mudança? Foi de maneira um pouco drástica… Quando eu vi estava com 75kg, eu surtei. Sério, eu resolvi que ia emagrecer de TODO JEITO e passei a ir ao nutricionista que me passou uma dieta de 1600 calorias por dia + atividade física. O mais importante, eu decidi que eu não seria uma pessoa magra ou gorda, eu seria SAUDÁVEL e isso consequentemente me traria um corpo legal.

    2. Qual foi sua primeira mudança?

    Sem dúvidas minha auto estima até mesmo quando eu vi mudanças não kgs mas cm. As medidas iam diminuindo e minha força de vontade só aumentando 😉

    3. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

    Comecei minha reeducação alimentar no dia 10 de agosto de 2012 e no total emagreci exatamente 20 e a 2 anos mantenho peso de 57kgs.

    4. Qual é a sua história em relação ao peso?

    Eu nunca assumir o controle que eu nunca tive sobre a minha alimentação: quando eu ficava nervosa eu comia. Quando eu ficava triste, parava de comer. Feliz, comia. De TPM, parava de comer (exceto chocolate). Em véspera de prova, comia. Enquanto não saía o resultado, parava de comer. Resolvi que ia aprender minha primeira lição: O ÚNICO PROBLEMA QUE COMER RESOLVE É A FOME! Nada de engordar e emagrecer, aparecer numa festa cheinha, na outra parecendo um sibito baleado, decidi que eu teria um corpo saudável.


    5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

    Não foi fácil, porque foram várias coisas de uma vez só, comida totalmente errado, vários momentos da vida que me levaram a tomar essa decisão tão benéfica! É difícil sim, exige sacrifício sim, MAS O RESULTADO COMPENSA! O que ajuda muito é pesquisar histórias de motivação!

    6. Como é sua dieta alimentar?

    Os alimentos são basicamente os mesmo da dieta anterior, só estou comendo tipo o dobro hahahaha. Carbo complexo só pela manhã e no resto do dia vindo dos legumes e do pós treino, isso nas semanas low. Juro que já estou enjoada de ver legumes, mas é para um bem maior, tô focando lá na frente! Os períodos de redução de gordura duram de 8 a 14 semanas, mas a dieta é modificada várias vezes dentro desse período. No início quase não há restrição de alimentos e aí, conforme o tempo passa, a variedade de alimentos diminui. Mesmo assim, eu sigo as minhas próprias escolhas de nunca cortar 100% do carbo, nem minhas frutinhas vermelhas e nem o iogurte natural (Sem lactose).

    Dessa forma sinto que evito a perca de massa muscular, retardo o efeito platô e o mais importante, conservo a minha saúde. Obs.: dias de treino leve, sem refeição pós-treino, seguindo para o jantar. Dias de descanso, troco as refeições pré e pós treino por um lanche apenas, com 20g de carbo e 20g de proteína, aproximadamente.

    A parte boa é que como a dieta está gostosa, quase não tenho desejos de comer bobagens. Nos finais de semana as vezes faço alguma receita que se encaixe nos meus macros e troco a refeição (lanche, por exemplo), mas sem lixo. Nesse último mês fiz a refeição livre a cada 10 ou 15 dias e mesmo assim acho que quase sem vontade, para dizer a verdade. De qualquer forma, minha relação quanto a isso é super tranquila.

    7. E sua rotina de exercícios?

    Ninguém nasce perfeito, ninguém dorme lagartixa e acorda crocodilo, as coisas boas só duram pouco se você permitir que elas acabem… e agora tenho um sonho: ser campeã na categoria wellness. Eu sei que é um processo demorado, e isso me põe louca porque eu sou ansiosa demais, mas eu tô tentando me controlar!!
    Mas wellness é uma coisa assim de “mulher brasileira” e eu comecei a pensar seriamente em competir. Ficou até então só no sonho, mas agora eu to disposta verdade a treinar, mudar alimentação, suplementar e fazer tudo o que for preciso pra realizar esse sonho. Tenho o acompanhamento do meu namorado que é personal e me ajuda com os treinos que continuamos trabalhando em cadeias como antes. Mas os estímulos mudaram.

  • Segunda (Anterior)
  • Quarta (Posterior)
  • Sexta (Misto)
  • Terça, Quinta e Sábado (Cardio mais pesado, glúteos e abs)
  • 8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

    Hoje eu acredito que posso ser saudável e ter o corpo que eu sempre sonhei, a menina de antes nunca acreditou nisso. E eu devo isso a ela. Não foi fácil, porque foram várias coisas de uma vez só, vários momentos da vida que me levaram a tomar essa decisão tão benéfica! É difícil sim, exige sacrifício sim, MAS O RESULTADO COMPENSA! É incrível pra mim fazer um exame e ver todas as taxas perfeitas, poder usar aquela roupa que antes marcava demais e agora ficou legal, ter estresse o dia todo e descontar na academia… Até meu cabelo, minha pele e minhas unhas melhoraram depois que eu passei a comer muitas frutas e verduras por dia. Então o que eu posso dizer é: se você quer mudar, MUDE, não tem nada que você não possa fazer. Eu ainda estou longe, beeem longe dos meus objetivos, mas eu sei que eu vou chegar lá!

    9. Você faz o chamado dia do lixo ou day off?

    Faço sim! Duas vezes na semana, e substituo somente uma refeição não JACO (como dizem) em todas as refeições!

    10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

    Se eu pudesse resumir as lições que eu aprendi, seriam essas:

    1) Determinação é a coisa mais linda que alguém pode ter. Determinação no trabalho, nos estudos, na saúde, na família.

    2) Tudo que você fizer, faça com amor. Se você pretende começar a se exercitar (não apenas academia, mas boxe, muay thai, até caminhar mesmo) faça com amor. Se você vai fazer seu lanche, se você vai cozinhar a sua marmitinha, coloque carinho naquela comida. Sinta prazer em se alimentar bem, coma uma fruta sabendo que está dando os nutrientes que seu corpo precisa.

    3) “Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem”. Sem mais.

    4) Faça sempre por você. Mesmo que não entendam. Mesmo que alguém não concorde, faça o que você acha melhor, cada um é feliz de um jeito! A palavra chave é respeito: eu respeito quem vive de certo modo, e a pessoa me respeita, e assim vivemos em completa paz!

    5) Seja alegre. Pra mim, comer saudável é uma alegria.

    Gostaram da história da Jack?

    You may also like

    5 Comentários

    • oi jack desculpa eu perguntar mas como vc mantem o mesmo peso
      há 2 anos se a data q vc começou sua reeducaçao alimentar nao dá 2anos??????

    • Parabéns pela determinação. Estou nesse processo. Pesava 112,40 em junho de 2013 e ontem mim pese e estou com 88,400, 24 kilos em 6 meses e meio. Com reeducaão alimentar claro.

    • Marina eu adoro qdo tem post assim, experiências fit de pessoas ‘normais’ rs. Mas eu gostaria mto que tivesse uma entrevista com alguma menina que era magra e conseguiu músculos (digo mais para definição). Pois eu acho mais fácil emagrecer do que ganhar massa (estou passando por isso).
      Entrei na academia faz 5 meses, perdi 4 kg (era tudo gordura localizada), eu sempre fui magra, mas tenho dificuldade em ganhar massa, mesmo seguindo dieta, exercícios, indo todos os dias a academia, e tomando suplementos. 😉

    • Olá parabéns pelo seu resultado sua determinação…eu me achei em alguns comentários seus…kkkkk de td ser um motivo p/ comer e comer errado…obrigada pela sua inspiração!!!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *