Dica #2 do Curso de “Treine sua Motivação” – REAVALIANDO AS METAS

Você faz dieta há tempos, mas sua balança parece repartição pública, não saí do lugar! Você malha e não vê nada saltando de músculos do seu corpo, só estrias. Você estuda e estuda e nem a tabuada você guardou ainda? Calma, seus problemas acabaram, kkk…

Calma você já viu isso não? Tudo mentira isso é momento de reprogramar seu cérebro, sua mente. Ele está cansado da mesmice que você programa ele. É hora de repensar os objetivos e as metas.

Primeiro de tudo FOCO (lembra-se do nosso curso de dicas anterior?): revise os motivos que o levaram a estudar, a emagrecer, a malhar, e atenção dê mais valores a essas razões. Ou então, explore novas sensações na vida, mude de culinária de vez em quando, experimente novos esportes, reveja seus métodos de estudo, algumas regras, que o seu cérebro adora que você conheça.

Tantos objetivos como metas devem ser desafiantes, mas exequíveis. A participação, atuação e desempenho são metas individuais, variam de pessoa para pessoa, de organismo para organismo! E a regra de ouro: comece do zero e você terá avanços enormes, isso criará novas conexões neurais, seu cérebro e seus objetivos agradecem…

E além do mais, isso contribuí para que você se sinta menos pressionado a ver os ganhos… Mantenha a chama acesa, mas de vez em quando veja se a mesma ainda é necessária! Você pode dentro do seu tempo, refletir em algo que não te faz bem, comece com decisões e trocas simples, tipo: não tomar refrigerante e trocar por mais ingestão de água!

Sem percepção da mudança, não há e não pode haver percepção do tempo; de que adianta ter um e não se apoderar do outro! É essa a tônica do projeto: #TrocaDoBem

E as diferentes atitudes para com o tempo são advindas de diferentes atitudes para com a mudança; trocar um hábito não saudável por outro saudável, algo ruim que praticamos por algo bom! Como dizia Gandhi: “Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.” É mil vezes mais fácil continuar a avançar que iniciar o movimento.

Motivação e força motriz estabelecem as diferenças entre as pessoas – mas, todas as pessoas podem, essa é a chave do sucesso, não desanime! E aí amanhã, qual sua troca do bem?

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *