Que atire o primeiro sapato aquela que diante de um armário lotada, não disse: “Eu não tenho sapato para sair” Parece, e é, um vício. Quanto mais pares temos, mais queremos ter! Os olhos parecem que brilham quando estamos na frente de uma vitrine, o cartão de crédito, de vilão, torna-se amigo. E lá vamos nós nos enfiarmos em dívidas que muitas de nós não sabemos nem como vamos pagar, mas o que vale é ter aquele sapato D-I-V-I-N-O!

E quando achamos que já temos sapatos suficientes para sobrevivermos sem um novo par, aparece aquela bolsa maravilhosa, ou ganhamos uma blusinha nova no qual não temos um parzinho de sapato que combine com ela! E ai, minhas amigas, voltamos à estaca zero! Como é difícil ser uma mulher elegante!

Por impulso comprei, de uma vez, quatro pares de sapatos e quando abri o armário, percebi que eles não combinavam com nada que eu tinha! Daí começa-se a busca por roupas e acessórios novos. E adivinhem só qual foi minha ultima aquisição? Mais dois pares, pois eu não tenho pares para sair. (risos)

Tenho sapatos para usar em reuniões, entrevistas, festas a noite, festas de dia, para ir a um passeio casual e tenho, também, aqueles pares que não servem para nada além de ocupar espaço em casa! Ah! Já ia me esquecendo daqueles que já estão bem velhinhos, que ainda assim insistimos em usá-los. O coitado do sapato já esta pedindo descanso desde a década passada, mas ainda insisto em desfilar com ele pelas ruas de São Paulo.

Enfim, sejam sapatos, bolsas, esmaltes, o que importa é aquele sentimento que temos após as compras!

Go Shopping!

Foto: tumblr