Cinema nacional falando sobre música nacional

Mesmo os mais desacostumados às rodinhas de violão certamente reconhecem a frase “Toca Raul!“, sempre dita com entonação bastante empolgada. Pois agora, todos podem conhecer melhor a vida e a carreira de Raul Seixas através do documentário “Raul Seixas – O Início, o Fim e o Meio“, dirigido por Wálter Carvalho. No documentário, o cantor e campositor aparece como artista, como amigo, como marido, como pai, como um jovem fã de rock, influenciado pelos filmes de Elvis Presley, cujas sessões ele assistia seguidas vezes.

O filme conta com a participação de Paulo Coelho, que segundo o próprio apresentou todo tipo de drogas à Raul e o inseriu num misticismo, enquanto Raul o ensinou a escrever letras de músicas, parceria que resultou em músicas como “Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás” e “Tente Outra Vez”. Além de Paulo Coelho, também participam do documentário Pedro Bial, Caetano Veloso, Nelson Motta e as diversas mulheres que Raul Seixas teve em sua vida. Aliás, o número de companheiras de Raul que aparecem dando relatos emocionados e curiosos sobre sua vida é um dos pontos marcantes do filme.

Eu fui assistir ao filme por gostar das músicas do Raul (ele é o meu cantor nacional favorito), mas saí do cinema sentindo que o filme valia a pena também para o conhecimento e o prestígio da música e do cinema nacional, além da oportunidade de entendermos um pouquinho melhor o interior de um artista como Raul Seixas. Super recomendo. É sempre um prazer sermos apresentados à histórias assim.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *