Posts marcados na categoria Vida Saudável

09 mar, 2014

Entrevista Fit: Paula Z. Galimberti

A entrevistada da semana é a Paula Zanandréia Galimberti, de 36 anos que mora no Rio Grande do Sul e é Analista de Suporte.

Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: 101.5kg | Manequim: 48
  • Peso e manequim atual: 72kg | Manequim: 42
  • Altura: 1.70m
  • Uma inspiração: Suesley Moura, Marina Iris, Juju Salimeni
  • Uma meta: 69Kg e definição
  • Redes Sociais: Instagram | Facebook
  • 1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

    Foram 8 meses.

    2. Qual foi sua primeira mudança?

    Alimentação e atividade física, consequentemente mudei minha mente e com isso passei a entender o que era melhor pra mim.

    3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

    Estava com a glicose alta e pela primeira vez comecei um processo de reeducação alimentar pensando na minha saúde e sabendo que levaria isso para toda a vida, quando comecei a ver os resultados, iniciou minha paixão pela academia e pelos cuidados com a alimentação. Hoje já esta controlado o índice da minha glicose e agora estou focada no meu processo de definição muscular.

    4. Qual é a sua história em relação ao peso?

    Sempre fiz dietas e com isso tinha um efeito sanfona, num mês emagrecia 10 e no outro engordava 20, nunca permaneci por longos tempos na academia, não entendia que o processo de emagrecimento para ser saudável e duradouro levaria tempo e que para começar a ver os resultados da academia teria que ter paciência e persistência.

    5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

    A maior dificuldade foi cortar os doces, refrigerantes, e produtos com muito gordura (petiscos), no inicio foi muito dificil, sentia fome o tempo todo, mesmo me alimentando de 3 em 3 horas, mas só pensava que estava fazendo isso para o meu bem e que com o tempo me acostumaria, foi ai então que tracei um projeto de perda de peso.

    Comecei a seguir pessoas no instagram que haviam passado pela mesma situação, entrei para o grupo no face (#bymarinafit), comecei a seguir minhas musas (inspiração) e todos os meses voltava na endocrinologista e tinha alcançado meu objetivo do mês, quando vi que era possível e que só dependia de mim, tudo começou a ficar mais fácil e mais prazeroso.

    6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

    Eu era totalmente sedentária, saia do trabalho e ia pra casa, ficava jogada no sofá e me sentia sempre cansada com isso e não dormia bem.

    7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

    Tive ajuda de uma endocrinologista que fez a minha dieta, onde monitoramos através de exames a minha glicose, para ver se estava reduzindo e controlava meu cardápio, eu ia na endocrino 1 vez por mês, hoje estou indo de 2 em 2 meses.

    Na academia treinava 5 vezes na semana e mudava o treino sempre para não acostumar, hoje treino 3 vezes na semana por causa da faculdade, mas quando vou procuro fazer o treino bem intenso pra sair da academia satisfeita. Nos finais de semana procuro fazer caminhadas/corridas de 10Km para mudar um pouco a rotina.

    8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

    Tudo melhorou, com a mudança de hábitos vi que tudo ao meu redor mudou, meu sono melhorou, tenho disposição para fazer as coisas, tenho 2 érnias de disco na lombar e a academia só me ajudou a acabar com as crises que eu tinha constantemente, hoje nem lembro que ela existe.

    9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

    Com a dieta conheci o Grão de bico, hoje faço várias receitas com ele, a minha preferida é o empadão de grão de bico que peguei na página do face do grupo #bymarinafit, é uma delicia e levinho.

    Quando tenho muita vontade de comer doce, faço aqueles pudim (zero açucar) ou como uma banana com canela que eu adoro, mas quando estou com muita, muita vontade como uma barrinha de chocolate da cacau show meio amargo (adooorooo)

    10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

    Quando mudamos nossa mente, tudo é possível. Podemos ir muito além do que imaginamos, só depende de nós. Tenha um projeto, um objetivo e se esforce para chegar até ele. Você quer, você pode, você consegue!!!

    05 mar, 2014

    Receita Fit: Cookies Integrais de Aveia e Mel

    Hoje vou ensinar uma receita super gostosa e saudável, para tomar no café da manhã ou lanche!

    Ingredientes

    2 xícaras de farinha integral
    2 xícaras de aveia em flocos
    2 colheres de sopa de margarina light
    2 colheres de sopa de fermento em pó
    1 xícara de açúcar mascavo
    2 ovos
    6 colheres de sopa mel
    2 colheres de sopa de água

    Modo de fazer:

    Misture tudo com a mão mesmo, até formar uma massinha, coloque papel alumínio na forma para não grudar, modele o cookies como quiser e coloque assar em forno pré aquecido a 180º de 10 a 15 min, o ideal é ficar de olho para não queimar! Assim que estiver douradinho está pronto!

    Essa é a receita original, mas as vezes eu coloco castanhas e uva passa.

    Espero que gostem, bom apetite!

    02 mar, 2014

    Entrevista Fit: Nathalia Teixeira

    A entrevistada da semana é a Hannah Perez, de 27 anos que mora em New York/NY (nasceu na Ilha do Governador/Rio de Janeiro) e é Contadora.

    Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: 120kg | Manequim: Nos EUA era 22 (no Brasil ela não sabe)
  • Peso e manequim atual: 75kg | Manequim: Nos EUA 08
  • Altura: 1.64m
  • Uma inspiração: Hélène Mikanović – @myweightlossfr
  • Uma meta: 10% de gordura corporal para competir em Figure
  • Redes Sociais: Instagram | Blog
  • 1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

    Foram 22 meses e mantenho há 22 meses. Desde o dia que comecei, nunca parei.

    2. Qual foi sua primeira mudança?

    Foi a alimentação. Cortei o mal pela raiz. Tinha/tenho um vício com doces, cortei de uma só vez.

    3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

    A falta de saúde, energia e alegria! Estava irreconhecível e infeliz.

    4. Qual é a sua história em relação ao peso?

    Efeito sanfona, depois dos 15 anos. Emagrecia no verão e engordava no inverno, mas nunca fui obesa. Fui ficar obesa depois dos 20.

    5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

    Foi a compulsão e os doces. Sabia que esse era o meu mal, se tirasse, sabia que ia conseguir vencer. Muitas podem não acreditar, mas foi na base de muita oração.

    Quando queria atacar a geladeira, eu me trancava no quarto, chorava e orava! Colocava o fone de ouvido com músicas evangélicas e ali chorava, clamava até dormir. Só assim consegui uma força para resistir ao meu vício.

    6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

    Eu era 100% sedentária! Trabalho 8-10 horas por dia, chegava em casa, continuava sentada, comia e dormia.

    7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

    Sim, tive desde o início. Recorri a ajuda de uma clínica de emagrecimento.

    O cardápio no inicio era praticamente só proteína com uma pouca quantidade de calorias! Estava tratando de uma obesidade mórbida, tinha 50% de gordura corporal. Fiquei lá 6 meses, eliminei 30kg. Meu objetivo no início era só emagrecer.

    Com o tempo meu objetivo foi mudando. Já não queria ser magra, queria ficar sarada. Aí saí da clínica, porque com a dieta não podia fazer academia. Por mais que eu fizesse, não era recomendado.

    Malhava 3-4 vezes por semana. Logo que saí da clínica, procurei um personal trainer e eu mesma montava minha dieta baseada no que aprendi na clínica e adicionava carboidratos complexos. Adicionei mais 2 dias eu passei a malhar 6 vezes por semana. Hoje tenho um Coach que monta minha dieta e meus treinos, malho 7 vezes por semana.

    8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima?

    Agora me sinto cheia de energia, me sinto viva. O lado emocional melhorou muito, estava depressiva, não tinha autoestima! Hoje eu sou uma mulher confiante. Me sinto bem o tempo todo. Lógico que tenho dias ruins, mas hoje me sinto inteira.

    O que mudou? Tudo! Não fico um dia sem malhar! Hahaha

    9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

    Peixe e tomates kkkkk. Olha, tenho um jeito estranho de controlar a vontade de comer rsrsrs.

    Eu me forço a dormir e acordo sem vontade. E quando não dá para dormir? Fico super mal humorada e bebo muita água, muita mesmo! Se a vontade for incontrolável, não vou me negar um pedaço.

    Dei um duro danado para chegar até aqui, não vou me matar por comer um doce. Mas muitos não entendem que tem que ter disciplina para chegar à meta final. Só porque “mereço” não posso fazer disso um hábito, nem uma desculpa para jacar.

    10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

    Fica até chato respeitar. Mas é o conselho que sempre dou….

    Seja honesta com você mesma. Sem disciplina e auto-controle você nunca vai ter o que você diz que quer ter ou ser a pessoa que você diz que quer ser. Viva um dia de cada vez, não faça metas ultrajantes com as datas de vencimento que não são reais. Isso só vai frustrá-la mais e vai piorar a situação. Cada pequena tentação que você resiste, vai te fazer mais forte e, cada dia que você for a academia sem querer, vai moldá-la em uma versão melhor de si mesma!

    25 fev, 2014

    Suplementação com Glutamina

    A Glutamina é um aminoácido considerado semi essencial, ou seja, o nosso corpo é capaz de produzir através da síntese do ácido glutâmico, valina e isoleucina. Porém, em situações de stress ele se reduz drasticamente sendo necessária na maioria das vezes a reposição através da suplementação. Em se tratando de recurso ergogênico, a glutamina é utilizada como função imunomoduladora, anabólica e anti-catabólica.

    Pessoas que se alimentam corretamente e ingerem uma boa quantidade de proteína não precisam se preocupar com a deficiência deste aminoácido, pois na maioria dos casos a necessidade é suprida através das proteínas provindas dos alimentos. Mas infelizmente, devido a correria do dia-dia, e a falta de opção no mercado de proteínas para serem utilizadas principalmente em refeições intermediárias, este aminoácido na forma suplementar se torna interessante na inclusão do plano alimentar.

    É importante ressaltar, que a maioria dos estudos deste aminoácido na forma suplementar é voltada para pacientes sob stress como, por exemplo, queimaduras, sendo a administração na forma endovenosa e não oral.

    Partindo deste princípio, na forma oral, a sua administração deve ser em grande quantidade, onde para atletas ou praticantes de atividade física que buscam uma melhor recuperação e um quadro imunológico favorável, doses acima de 20g/dia parecem ser mais eficazes, salvo quando o objetivo é simplesmente melhorar o quadro de patologias intestinais, onde dosagens menores já surgem um grande efeito.

    Para os que buscam hipertrofia muscular, a glutamina possui uma ação semelhante a da creatina, ou seja, retenção de líquido intra-celular favorecendo o estímulo para a síntese proteica. 90% da glutamina ingerida na forma oral acabam sendo utilizadas pelos enterócitos (células intestinais) como fonte de energia, sendo que é justamente este efeito, o responsável para que a concentração da glutamina plasmática mantenha estável em situações estressantes como no exercício físico intenso.

    Os melhores horários para administração pode ser pré, intra, pós treino, ao acordar, antes de dormir, ou qualquer outro horário do dia onde alguma refeição da dieta esteja pobre em proteína.

    A Glutamina-SR da MHP possui uma fórmula com uma excelente absorção (300% maior do que qualquer outra fórmula L-glutamina) com ação time release (efeito prolongado por até 12 horas) mantendo o usuário em estado anabólico por um tempo maior, sendo uma excelente escolha para quem busca um suplemento de qualidade.

    Para a inclusão de maneira correta deste suplemento em sua dieta, procure um nutricionista esportivo.

    Escrito por: Nutricionista Bricio Paiva Ribeiro Geraldeli – CRN: 7394. Nutricionista Esportivo formado pela faculdade Unis (Centro Universitário do Sul de Minas) em Minas Gerais. Possui pós-graduação em Nutrição Clínica pela Unifal.

    23 fev, 2014

    Entrevista Fit: Aline de Paula Xavier

    A entrevistada da semana é a Aline de Paula Xavier, de 31 anos que mora em São Paulo e é formada em Turismo.

    Jogo Rápido:

  • Peso e manequim antes: 75kg (em cada gestação – 2 filhos) Manequim: 44
  • Peso e manequim atual: 54kg Manequim: 38
  • Altura: 1.61m
  • Uma inspiração: Bella Falconi
  • Uma meta: Sempre ter uma vida saúdavel e incluir isso na vida da minha família e dos meus filhos. E claro, ter um abdómen mega definido!
  • Redes Sociais: Instagram
  • 1. Em quanto tempo emagreceu e há quanto mantém?

    Depois que meu segundo filho nasceu, demorei quase 1 ano pra chegar no peso que queria 55kg, foi um processo lento mas com certeza definitivo. Não fiz nenhuma dieta radical, mudei os meus hábitos alimentares e fazia exercícios.

    Mantenho o meu peso a 1 ano também, hoje busco o ganho de massa magra e definição muscular, sei que meu peso pode até aumentar por conta disso.

    2. Qual foi sua primeira mudança?

    Comecei mudando a minha alimentação, evitando sempre doces e comidas gordurosas. Como tinha duas crianças pequenas, tinha que adaptar a minha rotina para voltar a malhar e isso demorou um tempo maior.

    3. O que fez você decidir que queria emagrecer?

    Depois que os meninos nasceram, fiquei com o corpo muito feio, me sentia feia e desanimada, nenhuma roupa me servia e minha autoestima estava péssima. Me olhava no espelho e não gostava do que via e decidi que não queria ser assim.

    4. Qual é a sua história em relação ao peso?

    Quando engravidei do meu primeiro filho, o Artur, pesava 53kg e já praticava atividades físicas, porém assim que fiquei grávida, fui proibida pelos médicos a continuar me exercitando o que me deixou muito triste e um pouco depessiva, o resultado disso foi comer sem culpa e realizar todas as minhas vontades, com isso engordei 22kg no final dos 9 meses.

    Depois de 1 ano e 3 meses engravidei do Pietro, meu segundo filho, tive que parar novamente com os exercícios, principalmente no inicio da gestação, porém também não tive muita disciplina e me rendi as tentações e isso me somou mais 17kg. Foram quase 40kg somados as duas gestacões!!

    5. Quais foram as maiores dificuldades? Como superou?

    O mais difícil foi adaptar a minha rotina com a das crianças.Tinha que ter sempre a ajuda de alguem pra conseguir malhar. Com a ajuda do meu marido e das vovós consegui ter uma rotina e me dedicar de corpo e alma e depois de um tempo eles foram para a escolinha e assim consegui me dedicar por mais tempo.

    6. Você era sedentária ou praticava atividades físicas na época?

    Sempre gostei de ir a acadêmia, o que prejudicou foi o periodo da gestação que tive que parar e também não fazia dieta, depois de 3 meses voltei pra acadêmia, porém os exercicos eram feitos de forma leve e moderada. Nada se compara com a dedicação que tenho hoje.

    7. Você teve ajuda profissional na sua mudança? Como era o cardápio? E sua rotina de exercícios?

    Não passei com nenhum nutricionista, fiz uma mudança no meu estilo de vida com uma reducação alimentar. Talvez se tivesse buscado logo no início um profissional, teria tido um resultado mais rápido. De qualquer forma eu troquei os doces do dia a dia por alimentos saudáveis e como sempre de 3 em 3 horas para não diminuir o metabolismo.

    Procuro sempre incluir proteína (frango, peixes, leite e iogurte desnatados, cottage, peito de peru, whey) em todas as minhas refeições e lanches, para assim conseguir aumentar ou pelo menos manter a massa magra. Sempre consumo carboidratos integrais (arroz, macarrão, pão), batata doce, tapioca e evito muito comer doces e frituras. É muito difícil ter essa disciplina, as vezes me permito comer algo que tenho vontade, principalmente no fim de semana, tento ser pelo menos 80% do meu tempo saúdavel e sem furar a dieta.

    Vou para a acadêmia de 5 a 6 vezes na semana. Gosto muito de correr, e com certeza foi o que me ajudou a emagrecer logo que voltei, porém hoje como o meu objetivo é outro, tenho um foco maior na musculação. Faço a musculação todos os dias e em seguida 30 minutos de exercício aeróbico com menos intensidade.

    8. Como se sente agora? Há algum problema de saúde que melhorou? E a autoestima? O que mudou no seu dia a dia?

    Posso dizer que a acadêmia é o meu vício, não vivo sem e faz parte da minha rotina. É onde recarrego todas as minhas energias pra cuidar dos meus filhos. Minha auto estima melhorou muito e fico muito feliz em ver os meus resultados e ver que todo o meu esforço valeu a pena, não tem preço!

    Sei que tenho muito que alcançar ainda, porém conheço o tamanho do meu potencial e da minha força de vontade e se Deus quiser não paro nunca mais!

    9. Dos alimentos da dieta, qual o seu preferido? Como você faz para controlar a vontade de comer doce?

    Como frango praticamente todos os dias, eu gosto e não enjoo. Adoro fazer o meu mingau de banana com whey, que eu amo e mata muito a minha vontade de comer doces.

    Faço com uma banana amassada, 2 col de aveia, 1 scop de whey de chocolate, um pouco de canela e alfarroba em pó, mistura tudo com um dedo de água e coloco 30 segundos no microondas. Fica maravilhoso!!!! Iogurte com whey de chocolate também é um dos meus doces favoritos!

    10. Qual é o seu conselho ou dica para as leitoras do blog que querem perder peso?

    Acreditem que é possível mudar, quando se quer. O começo pode parecer dificil e desanimador, mas com o tempo e com o inicio dos resultados a motivação é maior e vence qualquer desafio.

    Não desista dos seus objetivos e principalmente acreditem no seu potencial, o caminho pode parecer longo, mas com certeza a recompensa é maior! Como sempre digo, vamos a luta! estamos juntas nessa!