Posts marcados na categoria Gravidez

30 out, 2015

Quase 5 meses de puro amor!

Andei sumidinha daqui do blog, mas voltei \o/

Peço desculpas, pois queria compartilhar com vocês, semana a semana toda essa nova fase que estou vivendo, mas a gravidez e os meus 2 trabalhos me deixam tão cansada que quando vejo o dia acabou e não deu tempo de sentar e escrever. Todo o pique e “gás” que eu tinha antes se foram nessas últimas semanas e minha memória também…kkk

Não só a memória como o corpinho que eu trabalhei tão duro para conseguir, mas hoje ao me olhar no espelho e ver meu barrigão crescendo (as gordurinhas e celulites também) me sinto mais que realizada. É realmente um milagre de Deus, saber que tem uma pessoinha crescendo dentro de mim

Em momento algum estou pensando ou triste por não ter mais todo o corpo malhado e trincado, eu acho que temos que curtir cada fase que estamos vivendo. Foram 3 anos de reeducação alimentar, dieta restritiva, muito treino para que eu alcançasse meu objetivo e hoje ele mudou. Não vivo mais de dieta, estou comendo o que me dá vontade e sem peso na consciência, o importante hoje é a saúde do meu bebê.

Por falar nele, quem me acompanha nas redes sociais já sabe que terei um meninão, um anjinho que se chamará Rafael.

Eu ganhei de uma amiga virtual – a querida Danielle Martines, o exame de sexagem fetal (exame de sangue que permite descobrir o sexo do bebê) que fiz com 12 semanas e aguardamos uma semana para sair o resultado.

Foi feito um chá revelação que foi transmitido ao vivo nas minhas redes sociais e nós (Eu e o Paulo) descobrimos juntos com vocês o sexo do tão aguardado anjinho. Foi emocionante, pois só soubemos na hora que cortamos o bolo (dentro do bolo estava a cor do sexo – azul (menino) ou rosa (menina) – e deu AZUL).

E vou ser bem sincera, para mim era uma menina. Eu tinha a certeza que seria a Sofia (me diziam que a mãe tem o pressentimento do sexo do bebê) e por isso combinei com o meu marido que caso fosse menino, ele poderia escolher o nome. Demorei um tempinho para acreditar que teria um menino, mas depois foi só alegria.

Nunca vi meu marido e minha família tão feliz. Primeiro filho e primeiro neto… estamos todos babando.

Meu barrigão cresce mais a cada semana, ainda estou tendo que tomar as injeções para Trombofilia todos os dias (hoje aplico nos glúteos, pois na barriga a dor está insuportável), mas virou uma rotina que não reclamo mais.

Já não entro em praticamente todas as minhas roupas (tamanho 36) e só consigo usar vestidos, pois qualquer outra peça com elástico me incomoda na barriga. Ainda bem que peguei uma época quente.

Meu médico me liberou esse mês para voltar a vida normal e aos treinos, mas com elásticos, trx e pouco peso. Não estou abusando, voltei devagar com o acompanhamento do meu marido (Educador Físico). Estou me exercitando 3x na semana, sem neura. Somente pensando na saúde no Rafinha.

18semanas

Enfim, estou vivendo a melhor fase da minha vida. Nunca me senti tão feliz e contando os dias para ver o Rafinha nos meus braços, estamos na 18 semana.

Prometo não sumir mais. Beijos a todos e agradeço de coração a todos os comentários e energia positiva que vocês estão enviando para nós pelas redes sociais <3

14 set, 2015

Vale a pena fazer o Enxoval do Bebê nos EUA com o dólar alto?

Como mãe de primeira viagem, estou perdida na montagem do enxoval e como meu sogro mora em San Diego, fiquei em dúvida se ainda valia a pena comprar tudo nos EUA com o dólar a R$4.

Todos os itens em geral, ainda custam o dobro no Brasil, mesmo os pequenos como: chupetas da Avent (uma unidade custa R$ 20, sendo que nos EUA compra-se um kit com 2 pelo mesmo valor) e as lancheiras fofas da Skip Hop, (que tb servem como bolsinha térmica do baby) saem por R$ 60 no Brasil R$ 180.

As roupinhas, que são necessárias trocas a cada 3 meses, até o bebê completar um ano, um kit com 5 bodies chega à custar R$ 48, sendo que no Brasil, apenas um body custa R$ 60.

Os carrinhos Quinny Moodd e Stokke Scoot muito procurados nos EUA saem por R$ 2400 (Stokke) e R$ 2800 o (Moodd), no Brasil não saem por menos de R$ 3800. O Chicco Bravo também acima de R$ 3800 no Brasil,lá fora sai por menos de R$1300 (ainda tem a mega vantagem de acompanhar o car seat).

Considerando que muita gente tem milhas para os voos e sobretudo a maioria das Cias Aéreas estão com passagens por volta de R$1500 (e existem bons hotéis por até US$ 100 a diária), ainda compensa muito fazer o enxoval lá fora! Nem que seja um bate e volta do papai sozinho.

A assessoria para as compras, embora possa parecer um custo a mais, devido aos descontos exclusivos (que os clientes não conseguem sozinhos) faz com que o valor investido retorne para os futuros papais, que conseguem otimizar as compras em apenas 2 manhãs (ou tardes) e comprar apenas os produtos que valem a pena. Sempre levando em consideração o estio de vida e orçamento dos clientes .

Estou fazendo a minha consultoria com a Mamãe em miami, e ela está presente em Miami, Orlando, NY e Vegas. Confira o IG dela: @mamaeemmiami

12 set, 2015

Abandonar o pet na gravidez?

Me perguntaram se agora grávida eu abandonaria a Veninha… A resposta é: NUNCA ❤

Desde que eu e o Paulo a adotamos, ela é nossa filha. Está a mais de 3 anos conosco e só vive dentro do apartamento, não tem contato com outros animais e vai ao veterinário sempre.

Fiz o exame de toxoplasmose e deu negativo. A única coisa que não estou fazendo é limpar a caixinha de fezes dela, meu marido ou minha mãe que estão limpando.

Também estou evitando comer comidas cruas ou mal lavadas, pois é mais fácil ser contaminada por isso do que pela Vena.

Sei que tem muitas grávidas que abandonam seus animais, mas eu não sou assim. Amo ela e desde que fiquei grávida ela está um grude, parece que percebe ❤

Onde eu vou ou deito, ela corre ficar ao meu lado. Esse amor não tem preço!

26 ago, 2015

Meu milagre aconteceu <3

Estou vivendo o momento mais mágico da minha vida, meu milagre finalmente aconteceu <3

Há 3 anos atrás eu estava passado pela maior tristeza da minha vida ao ouvir a médica me dizer que minha gestãção era anembrionária (sem embrião) e que eu iria ter um aborto espontâneo.

Tentei novamente um tempo depois e meu maior pesadelo aconteceu novamente, outra gestação anembrionária. Decidi a partir daquele momento focar minha vida nos treinos e na vida saudável.

Mas o sonho de me tornar mãe nunca foi esquecido e eu e o Paulo decidimos tentar novamente em julho deste ano. Passamos por cima de nossos medos e para nossa surpresa deu certo. Quando fiz o teste de gravidez no dia 01/08 e vi o positivo, não sabia se chorava de felicidade ou de medo.

Poucos dias depois tive sangramentos e o medo voltou com tudo. Corremos para o hospital e depois fui para o consultório da minha médica. Foi quando descobri que tenho trombofilia, e que essa doença foi a responsável pelos abortos das minhas gestações anteriores.

Trombofilia na gravidez

A trombofilia é a propensão a desenvolver trombose ou outras alterações em qualquer período da vida, inclusive, durante a gravidez, parto e pós-parto, devido a uma anomalia no sistema de coagulação do corpo.

Na gravidez existem maiores possibilidades de uma mulher desenvolver a trombofilia. As causas não são todas conhecidas, mas sabe-se que o fator genético da doença é uma delas. “Não podemos nos esquecer que entre as modificações do organismo da futura mamãe, há uma grande tendência de hipercoagulabilidade natural. Isso é fundamental para garantir que após o parto, a contração uterina ajude a encerrar a hemorragia que acontece após a saída da placenta. De outra forma, as mulheres morreriam após dar à luz”, explica o Dr. Antonio Braga, obstetra da Maternidade da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

A trombofilia é um problema grave de saúde e precisa ser tratada o mais rápido possível. Se ignorada, pode trazer sérios problemas para a mãe e até causar a morte do bebê. O risco é que os coágulos obstruam os vasos sanguíneos, causando o entupimento das veias dos pulmões, coração e cérebro materno, como também obstruindo a circulação na placenta.

Meu Tratamento

Desde o primeiro dia do sangramento, estou aplicando a injeção chamada Clexane, que é um medicamento anticoagulante feito de enoxaparina sódica, ela afina o sangue para não formar coágulos no corpo. Deve ser aplicada diariamente na minha barriga, provavelmente até o final da minha gestação.

No começo eu estava indo no Posto de Saúde aplicar, mas meu marido tomou coragem e começou a aplicar em mim. A injeção é bastante dolorida e deixa pontinhos roxos na barriga. Mas nada disso me importa, só penso no meu anjinho na hora. Pois sei que a cada injeção, ele ganha mais um dia de vida.

Por isso nós gestantes com trombofilia chamamos esse tratamento de Picadinhas de Amor.

bb3

O tratamento é muito caro, tive que comprar algumas injeções (10 injeções custam R$380,00 – por mês sai quase R$1150,00), consegui com a Prefeitura 30 injeções, agora estou entrando com uma liminar para conseguir pelo SUS (tentei o tratamento pelo SUS e foi negado).

Mas sempre existe “anjos” amigos na nossa vida e a Thálassa é um deles, ela criou uma Vaquinha Virtual para conseguir fundos para a compra das injeções, até sair a liminar: clique aqui.

Em nenhum momento pedi dinheiro para ninguém, mas fiquei muito feliz com a ajuda que estou recebendo. Obrigada a todos que doaram.

Hoje estou na 9ª semana de gravidez e muito feliz.

Ainda estou de repouso absoluto, por isso não estou treinando. Estou tentando comer saudavelmente, mas tenho alguns desejos as vezes… O corpo não é a minha preocupação atual, quero curtir cada mudança que ele está sofrendo.

Ver minha barriga crescendo é um sonho e vou lutar pelo meu bebê.

Semanalmente postarei um diário de gravidez, o que acham?

Fonte: Guia do Bebê