Please assign a menu to the primary menu location under menu

Eu me lembro bem do dia 27/07/2012, estava jogada na minha cama com o rosto inchado de tanto chorar sem resposta para as minhas perguntas: Porque eu estava passando por tanta dor? Porque eu tinha que sofrer 2 abortos? Por que eu não poderia ser mãe?

Algumas pessoas me falavam que tudo é no tempo de Deus, que ele escreve certo por linhas tortas e eu me olhei no espelho e vi uma mulher que estava desleixada, 17kg acima do peso, escondida em blusas largas que não marcavam a minha barriga saliente, com a pele cheia de espinhas e rodeada de papéis dos chocolates que eu comia como louca. Aquela não era eu ou não era a pessoa que meu marido iria querer ao seu lado.

Resolvi dar um basta! Decidi naquele momento que minha vida iria mudar, que eu ia focar na minha saúde e deixar a vida de doces e sedentária que eu levava. Sentei na frente do computador e busquei por REEDUCAÇÃO ALIMENTAR e não dieta, pois não queria fazer dieta da moda e sim aprender a comer, para que no futuro eu não voltasse a engordar.

Lembrei da evolução da Claudinha Stoco e corri no blog dela pegar todas as dicas que pude, contei a novidade ao meu marido e pedi para ele cuidar do meu treino (ele é personal). No dia seguinte fui no mercado, comprei alimentos integrais (odiava pão integral), muitas frutas, chia e outros produtos mais saudáveis e tirei todas as tentações da minha casa, desde bolacha aos tão amados chocolates.

Meu marido topou na hora me ajudar na alimentação, então mantive as tentações fora de casa e me matriculei na academia. O primeiro dia de academia nunca será esquecido: coloquei uma legging preta para disfarçar, uma camisetona com um top por baixo, tênis e chegando na academia minha impressão é que todos olhavam para mim comentando… Eu estava bem acima do peso e muito inchada devido as 2 gravidez. Passado isso fui para a esteira e cadê o fôlego? Coração batia muito e veio o pensamento de desistir, mas meu amado estava ao lado me motivando e consegui terminar os 30min de esteira, me senti vitoriosa naquele momento e foi assim que minha vida saudável começou.

Depois fui eliminando uma média de 3kg por mês, fazendo tratamento estéticos (drenagem e endermologia 2x na semana para diminuir a retenção líquida, celulite e culotes), no final de semana eu me permitia uma refeição off (dia do lixo) e ao final de 9 meses os 17kg já tinham ido embora, dando lugar aos meus tão amados músculos.

Não foi fácil, mas em nenhum momento eu pensei em desistir, as redes sociais me ajudaram muito nesse processo, ter cada leitor ou seguidor curtindo e comentando me incentivou muito.

Hoje estou contente com meu corpo, não posso dizer que está 100% do eu gostaria, porque nunca estamos satisfeitos, mas mostra todo o foco, determinação e a força que eu busquei dentro de mim (não imaginava que eu teria) para provar as pessoas que não acreditavam que eu conseguiria. Tem dias que vem a minha cabeça a sensação que talvez eu tivesse que passar por toda a perda dolorosa para primeiro cuidar da minha saúde (estava hipertensa) antes de colocar uma nova vida no mundo.

Deus sabe o que faz e espero que um dia eu receba essa bênção de ser mãe <3

Desculpe o post de desabafo, eu pensei em escrever dando dicas, mas quero mostrar que é possível vencer. Recebo muitos emails diariamente de pessoas que estão passando pelo que passei ou por situações parecidas, sem forças e sem chão. Mas basta não se entregar e ir a luta.

Quem quiser ler sobre a minha reeducação alimentar é só clicar aqui.

The author: Marina Iris

Marina, 33 anos, casada, mãe do #babyRafa, mora em Bauru/SP, Publicitária, apaixonada por musculação e hoje leva uma vida saudável.

11 Comments

  • Marina linda vc é inspiração para muitas pessoas, no devido momento as coisas que deseja irão acontecer deixe tudo nas mãos dELE pq sabe o que é melhor pra gente.

    bjusss

  • Oi Marina,
    Vc foi minha inspiração, já se foram 18kg…e agora estou no processo “Firmeza”, adoro seu blog , seu face e leio tudo!!!
    Parabéns!!
    E Obrigada!!!

    Beijosss

  • Parabéns você é muito guerreira e sua bênção está guardada. O tempo de Deus é diferente e nunca é demorado e simplesmente caprichado.

  • Má sua linda guerreira!!!!Vc é lindaaa motivo de orgulho para todos a primeira X que te vi na academia imaginei que vc fosse brava sei lá rs lembra comentei com vc mas pelo contrário vc é doce e simplismente amiga ,atenciosa, afinal adorei te conhecer e logo estarei de volta para conversarmos mais bjs linda e parabéns pelo seu esforço e garra

  • Parabéns pelo sucesso, esforço, disposição e etc., por ter alcançado esse objetivo “tão suado”.
    Apesar de não conhece-la acredito que vc merece e muito ser feliz.
    A nossa motivação diária cresce com depoimentos de pessoas como vc, tão determinadas e iluminadas.
    Obrigada por compartilhar sua história e luta conosco.
    bjão e boa semana. 🙂

  • Se Deus quiser um dia você será mãe, uma ótima mãe. Também estou no processo de reeducação alimentar e exercícios, pretendo perder 12kg. Achei ótima a maneira como você conduziu o post. Esse é um assunto muito difícil de se falar hoje em dia, você fala que quer emagrecer e já começam com o papo de “ditadura da magreza”. Isso existe? Sim. Mas não se trata disso, pelo menos pra mim. Eu quero emagrecer para melhor comigo mesma, para me olhar no espelho e não sentir repulsa, para poder usar uma blusa coladinha ou um short que não fique super apertado nas minhas coxas. Mas as pessoas as vezes não entendem isso! Parece que uma pessoa não pode querer ser saudável, só quer “entrar no padrão”. Adorei o post, parabéns. Boa semana.

  • Te acompanho faz tempo, lembro qnd vc comentou sobre os abortos e o início da sua reeducação, estou gravida e tive um sangramento, e pensava que se acontecesse o pior que vc seria meu exemplo, hoje td bem graças a Deus. Me emocionei com sua última frase, confie em Deus Ele vai te abençoar e vc será uma ótima mãe. Bejussss

  • Marina… Ou xará, né? 🙂
    Fiquei muito feliz de ler esse post e saber que você trocou aquela sensação de impotência pela felicidade de ter um corpo e – principalmente – uma mente saudável 😀 Tenho certeza que não deve ter sido fácil, mas você superou isso e superará os próximos desafios também!
    Um beijo,
    Marina

  • Li todo o seu blog desde o começo, nunca comentei nada, mas hoje não vou medir palavras.
    Minha tia perdeu seu primeiro filho com seis meses de gravidez e descobriu que tinha ovário policístico, ela passou oito anos tentando engravidar e essa era a vida dela, a dois anos ela conseguiu ter o primeiro filho.
    As vezes pode demorar mais do que você espera, mas um dia acontece e caso não acontessa existem mais maneiras de ser mãe.
    Boa sorte e força.

Leave a Reply